quarta-feira, junho 12, 2024
More
    HomePoderAmazonasQueijo de Parintins recebe reconhecimento internacional

    Queijo de Parintins recebe reconhecimento internacional

    Publicado em

    spot_img

    Leiteria funciona de maneira independente, hoje, e foi assistida por técnicos do Idam no início das suas atividades

    Um reconhecimento internacional, que coloca o Amazonas no radar dos grandes consumidores de queijos, o título conquistado em Minas Gerais pela leiteria Macurany, de Parintins (a 369 quilômetros de Manaus), reconhece a excelência do trabalho desenvolvido e abre novas oportunidades de negócios devido à visibilidade que atraiu. O queijo do tipo manteiga é produzido por uma família de pecuaristas que venceu o Prêmio Ouro na Categoria Mista, Queijo Manteiga, na 3ª edição da ExpoQueijo, realizada de 24 a 27 de agosto, na cidade de Araxá, em Minas Gerais.

    A Leiteria Macurany, que funciona de maneira independente nos dias atuais, foi assistida pelo Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Amazonas (Idam) no início das atividades, quando o Instituto realizou a mecanização da terra e deu início ao pastejo rotacionado com capim especial, ensinando aos criadores como garantir alimentação mais saudável para o gado durante todo o ano.

    De acordo com o médico veterinário da Unidade Local de Parintins, Octacílio José Pessoa Ferreira Neto, o Idam estimula a atividade pecuarista no município, por meio do melhoramento genético dos animais, formação de pastagem, criação permanente na terra firme, orientação da comercialização e seleção dos queijos entre outras tecnologias desenvolvidas pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e levadas até os produtores pelos técnicos do Instituto.

    “Nos sentimos motivados, pois fomos nós que trouxemos e repassamos as técnicas de fazer iogurte e queijo minas. Ensinamos muitos produtores de Parintins. Na área de reprodução, o melhoramento genético do gado leiteiro também é um trabalho desenvolvido pelo Idam. Estamos felizes que vários deles assimilaram, evoluíram e, hoje, caminham sozinhos na criação do gado e produção dos derivados de leite”, destacou.

    A vitória da queijaria Macurany foi comemorada por diversos atores que atuam no Setor Primário amazonense, pois serve como exemplo para quem sonha em empreender no agro, aqui no estado do Amazonas.

    “É gratificante termos pertinho de nós um empreendimento reconhecido nacional e internacionalmente. Nossa missão é atender aos produtores familiares, mas alguns crescem ao ponto de representar o nosso estado como foi com a Leiteria Macurany. Exemplo a ser seguido”, enfatizou Rickson Valente, gerente da Unidade Local do Idam em Parintins.

    Leia mais:
    Culinária amazonense ganha espaço no cardápio de voos internacionais
    Gastronomia Amazônica: conheça os sabores secretos típicos da região
    Manaus inaugura a 1ª escola de gastronomia do Amazonas

    Últimos Artigos

    Entenda a importância do “vazio sanitário” da soja no Amazonas

    Entre os dias 10 de junho e 10 de setembro de 2024, o cultivo...

    Lotes no ‘Nova Manaus’ custarão R$500; veja como se inscrever

    O Programa de Alienação de Lotes Urbanos Públicos, da Prefeitura de Manaus, oferecerá lotes...

    Casas de aposta online devem ser regularizadas até janeiro

    As empresas de apostas esportivas e jogos online no Brasil terão até o fim...

    Ex-presidente do Caprichoso, Jender Lobato é o novo diretor da Manauscult

    O advogado Jender Lobato foi nomeado pelo prefeito de Manaus, David Almeida, como o...

    Mais artigos como este

    Entenda a importância do “vazio sanitário” da soja no Amazonas

    Entre os dias 10 de junho e 10 de setembro de 2024, o cultivo...

    Lotes no ‘Nova Manaus’ custarão R$500; veja como se inscrever

    O Programa de Alienação de Lotes Urbanos Públicos, da Prefeitura de Manaus, oferecerá lotes...

    Casas de aposta online devem ser regularizadas até janeiro

    As empresas de apostas esportivas e jogos online no Brasil terão até o fim...