terça-feira, junho 18, 2024
More
    HomeCotidianoSociedadeTrabalho é a principal causa de abandono escolar no Brasil

    Trabalho é a principal causa de abandono escolar no Brasil

    Publicado em

    spot_img

    Segundo dados divulgados pelo IBGE, a necessidade de trabalhar é a principal justificativa citada por jovens que abandonam a escola no Brasil.

    Cerca de 18% dos jovens de 14 a 29 anos no país não completaram o ensino médio, seja por abandono escolar ou por nunca terem frequentado a escola. Dos jovens que abandonaram os estudos, 40,2% apontaram a necessidade de trabalhar como o motivo principal, o que é praticamente igual ao resultado de 2019.

    Outras razões mencionadas incluem falta de interesse em estudar (24,7%), outros motivos (14,5%), gravidez (9,2%), afazeres domésticos (4,6%), problemas de saúde (3,6%) e falta de escola na localidade desejada (3,2%).

    Variação entre gêneros

    Entre os homens de 14 a 29 anos que estão fora da escola, a necessidade de trabalhar foi a principal causa de abandono escolar em 51,6% dos casos em 2022, seguido pela falta de interesse em estudar (26,9%). Já entre as mulheres, a principal razão também foi a necessidade de trabalhar, mas em um nível menor, atingindo 24%. Gravidez (22,4%) e falta de interesse em estudar (21,5%) foram outros motivos mencionados pelas mulheres.

    Outros dados sobre educação no Brasil

    A pesquisa também revelou que a taxa de escolarização das crianças de quatro a cinco anos diminuiu de 92,7% em 2019 para 91,5% em 2022. Esse declínio pode estar relacionado à pandemia de Covid-19, mas não há uma conclusão definitiva a partir dos dados disponíveis.

    Além disso, a taxa de frequência escolar líquida para a faixa etária de 6 a 14 anos caiu de 97,1% em 2019 para 95,2% em 2022, o menor nível desde 2016. A queda foi mais pronunciada nos primeiros anos do ensino fundamental.

    No entanto, a taxa de escolarização para pessoas de 15 a 17 anos aumentou de 89% em 2019 para 92,2% em 2022. A taxa de frequência escolar líquida para essa faixa etária também apresentou aumento, passando de 71,3% em 2019 para 75,2% em 2022.

    Para a faixa etária de 18 a 24 anos, que geralmente corresponde ao ensino superior, a taxa de escolarização foi de 30,4% em 2022. A taxa de frequência escolar líquida para esse grupo foi estimada em 25%. A meta do Plano Nacional de Educação é atingir uma taxa de 33% até 2024.

    Enquanto a meta de frequência escolar líquida no ensino superior foi alcançada entre pessoas brancas, com 35,2% em 2022, ainda há um longo caminho a percorrer para atingir a meta nacional.

    Leia mais:
    Estudante agride colega com golpes de caneta em escola de Manaus

    Com informações da FolhaPress*

    Últimos Artigos

    Festival de Parintins: 5 locais para tirar uma selfie perfeita!

    Os encantos naturais da Ilha Tupinambarana fascinam os visitantes que vêm para o festival....

    Brena Dianná lidera pesquisa para a prefeitura de Parintins

    Em nova pesquisa de intenção de votos para a Prefeitura de Parintins, a vereadora...

    Prefeitura de Manaus lança 3ª edição do “Manaus Adventure 2024”

    Evento promete ser a maior competição de turismo esportivo e de aventura da região...

    Festival de Parintins: cuidados com alimentação e exposição ao sol

    A Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM) orienta os participantes do 57º...

    Mais artigos como este

    Festival de Parintins: 5 locais para tirar uma selfie perfeita!

    Os encantos naturais da Ilha Tupinambarana fascinam os visitantes que vêm para o festival....

    Brena Dianná lidera pesquisa para a prefeitura de Parintins

    Em nova pesquisa de intenção de votos para a Prefeitura de Parintins, a vereadora...

    Prefeitura de Manaus lança 3ª edição do “Manaus Adventure 2024”

    Evento promete ser a maior competição de turismo esportivo e de aventura da região...