sexta-feira, maio 17, 2024
More
    HomePoderDavid pede ao TCE suspensão de licitações não essenciais feitas por Arthur

    David pede ao TCE suspensão de licitações não essenciais feitas por Arthur

    Publicado em

    spot_img

    O prefeito eleito de Manaus, David Almeida (Avante) pediu ao TCE (Tribunal de Contas do Estado do Amazonas) que suspenda as licitações, pregões e leilões não essenciais abertos pelo prefeito Athur Virgílio Neto, que encerra o mandato no dia 31 deste mês de dezembro.

    Segundo Almeida, essas licitações e prorrogação de contratos que extrapolam o tempo do atual mandato podem impactar financeiramente a sua gestão.

    Entre as ações de Virgílio Neto está o leilão de imóveis e o aditivo contratual com empresas de coleta de lixo, publicado em novembro, para os próximos 15 anos. “O nosso pedido à Corte de Contas não é para proibir, mas que avalie a nossa representação no sentido de recomendar à Prefeitura que não faça despesas não essenciais que vão além do dia 31 de dezembro. Acredito que o Tribunal de Contas já tomou uma decisão como essa, quando o Amazonino foi eleito e eu era o governador interino”, lembrou David.

    David quer impedir a venda de oito imóveis do patrimônio municipal. O leilão está agendado para esta quarta-feira. “Vou receber uma Prefeitura com orçamento executado em 2020 de R$ 6,2 bilhões, e o orçamento para 2021 é previsto de R$ 5,6 bilhões. Agora recebo a prefeitura com orçamento menor e obrigações não essenciais já contratadas pela atual gestão”, disse.

    De acordo com o prefeito eleito, a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) preconiza que o gestor que está saindo não pode fazer previsão de despesa que ultrapasse os dias do seu mandato. “Neste momento estão licitando a transmissão de aula não presencial de ensino imediato e recebemos também a renovação e 15 anos do contrato com as empresas de serviço de coleta de lixo. A outra é a renovação da concessão, por mais dez anos, do serviço de transporte público. Tem ainda a venda de patrimônios municipais, como aquele onde era o balneário do Parque 10, tudo por leilão”, afirmou.

    O presidente do TCE, Mario de Mello, disse que vai avaliar a representação. Segundo ele, a conselheira Yara Lins ficará responsável pela avaliação dos pregões que estão sendo abertos pela atual gestão da Prefeitura de Manaus.

    Nesta quarta-feira, 9, o procurador de Contas Ruy Marcelo de Alencar Mendonça apresentou representação ao TCE em que pede a suspensão da prorrogação dos contratos com as empresas de lixo.

    Leia mais:
    Prefeito eleito David Almeida inicia sua agenda com visitas ao TCE e CMM
    Arthur diz que vai entregar Prefeitura organizada a David Almeida
    No final do mandato, Arthur Neto prorroga contratos milionários

    Com informações do Portal Amazonas Atual*

    Últimos Artigos

    Explicando: Anitta e a intolerância religiosa ao candomblé

    Os casos de intolerância religiosa em relação a religiões de matriz africana são recorrentes...

    Isabelle recebe título de embaixadora do Festival de Parintins

    A dançarina, professora e ex-bbb Isabelle Nogueira recebeu, nesta quinta-feira (16) o título de...

    Para onde vão os carros destruídos na enchente do Sul?

    As enchentes do Rio Grande do Sul ocasionaram diversos danos materiais  - incluindo as...

    Ministério da Saúde alerta quanto à disseminação da febre oropouche, doença parecida com dengue

    Dados do Ministério da Saúde apontam um crescimento dos casos de febre oropouche no...

    Mais artigos como este

    Explicando: Anitta e a intolerância religiosa ao candomblé

    Os casos de intolerância religiosa em relação a religiões de matriz africana são recorrentes...

    Isabelle recebe título de embaixadora do Festival de Parintins

    A dançarina, professora e ex-bbb Isabelle Nogueira recebeu, nesta quinta-feira (16) o título de...

    Para onde vão os carros destruídos na enchente do Sul?

    As enchentes do Rio Grande do Sul ocasionaram diversos danos materiais  - incluindo as...