quarta-feira, junho 12, 2024
More
    HomePoderMP pede cassação de candidatura do prefeito de Humaitá

    MP pede cassação de candidatura do prefeito de Humaitá

    Publicado em

    spot_img

    O MP-AM (Ministério Público do Amazonas) entrou com ação na Justiça Eleitoral para cassar a candidatura à reeleição do prefeito de Humaitá, Herivaneo Vieira de Oliveira. O MP o acusa de uso indevido dos meios de comunicação social, abuso de poder político e abuso de poder econômico.

    A ação também inclui Francisco Chagas de Souza, Geraldo Caetano Simpson Santiago (candidato a vereador) e Manoel Oliveira Menezes.

    Segundo o MP, eles cometeram os seguintes crimes:

    a) o uso indevido de um perfil na Rede Social Instagram, pertencente ao órgão público Prefeitura Municipal de Humaitá, @prefeituradehumaita, para a promoção pessoal e enaltecimento, em ano eleitoral, do réu Herivaneo Vieira de Oliveira, candidato à reeleição ao cargo de prefeito do Município de Humaitá;

    b) o uso indevido de um blog, “A Crítica de Humaitá”, pertencente ao réu Francisco das Chagas de Souza, que possui, aproximadamente, dezesseis mil acessos diários e trezentos e noventa mil acessos mensais, em um município que possui cerca de cinquenta e cinco mil habitantes, para a promoção pessoal e enaltecimento, em ano eleitora, do réu Herivaneo Vieira de Oliveira, candidato à reeleição ao cargo de prefeito do Município de Humaitá;

    c) o uso indevido do aplicativo WhatsApp para o envio de mensagens instantâneas para a promoção pessoal e enaltecimento, em ano eleitoral, do réu Herivaneo Vieira de Oliveira, candidato à reeleição ao cargo de prefeito do Município de Humaitá, e do candidato Geraldo Caetano Simpson Santiago, candidato ao cargo de vereador;

    d) a execução de serviços de edição de imagens e vídeos para uso nas notícias e publicações do blog “A Crítica de Humaitá”, por um servidor público, o réu Manoel José de Oliveira Menezes, durante o horário de expediente público e no qual deveria executar suas atribuições públicas, durante o ano eleitoral;

    e) a divulgação de mensagens no aplicativo WhatsApp pelo réu Geraldo Caetano Simpson Santiago, servidor público, com a promoção pessoal própria e do réu Herivaneo Vieira de Oliveira, durante o ano eleitoral.

    A ação do MPE está tramitando na Justiça Eleitoral sob o número 0600238-98.2020.6.04.0017.

    Leia mais:
    Justiça Eleitoral manda Ricardo Nicolau retirar propaganda
    Propaganda eleitoral gratuita: saiba como foi o primeiro dia
    Tempo e ordem de candidatos no horário eleitoral são definidos

    Com informações do Portal Amazonas Atual*

    Últimos Artigos

    5 Locais que devem fazer parte do seu roteiro ao visitar Parintins no festival

    Primeira vez indo para Parintins, curtir o maior espetáculo a céu aberto do mundo?...

    Wilson Lima toma posse na Executiva Nacional do União Brasil

    Evento marca fortalecimento da presença regional na política nacional Na noite de terça-feira (11), o...

    Governo federal anula leilão e cancela compra de arroz importado

    O governo federal decidiu anular o leilão realizado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab)...

    Aleam aprova moção de reconhecimento do feminicídio de Julieta Hernández

    A Assembleia Legislativa do Amazonas (ALEAM) aprovou uma moção de apelo para que o...

    Mais artigos como este

    5 Locais que devem fazer parte do seu roteiro ao visitar Parintins no festival

    Primeira vez indo para Parintins, curtir o maior espetáculo a céu aberto do mundo?...

    Wilson Lima toma posse na Executiva Nacional do União Brasil

    Evento marca fortalecimento da presença regional na política nacional Na noite de terça-feira (11), o...

    Governo federal anula leilão e cancela compra de arroz importado

    O governo federal decidiu anular o leilão realizado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab)...