domingo, junho 23, 2024
More
    HomeCoronavírusPrefeito de Manaus critica omissão de óbitos pela Covid-19

    Prefeito de Manaus critica omissão de óbitos pela Covid-19

    Publicado em

    spot_img

    O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto (PSDB) voltou a se manifestar, em suas redes sociais, sobre a pandemia do novo coronavírus. O chefe do Executivo começou seu vídeo criticando a manipulação dos números da Covid-19 pelos governos, que segundo ele, querem esconder os óbitos registrados no país pela doença.

    “Nós estamos no meio de uma luta muito séria contra a Covid-19 e nós estamos ouvindo diversas histórias, boatos e denúncias sobre possíveis manipulações nos números. Eu queria dizer que não entendo nem a razão disso, porque uma mentira é descoberta logo. (…) Eu faço um apelo às autoridades, todas elas, para que não caiam nessa tentação de mexer em números da Covid. Primeiro porque é inútil. Segundo porque é desmoralizante. Terceiro porque é criminoso. Que não façam isso. Enfrentem a realidade porque a realidade tem que ser enfrentada”, destacou o prefeito.

    Arthur também foi enfático ao criticar a postura do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na condução da crise causa pela pandemia. “Se o presidente agora está preocupado com o que ele chamava de ‘gripezinha chinesa’, ele deve começar uma campanha muito séria para recuperar o tempo que ele nos fez perder e que ele próprio perdeu. É uma questão de autocrítica e autocrítica engrandece o ser humano. A autocrítica faz a gente crescer, faz a gente se autorrespeitar mais”, ressaltou o prefeito.

    O chefe do Executivo de Manaus disse, ainda, que leva muito à sério as ações da capital em relação à Covid-19. “Estamos funcionando do jeito que podemos. Separamos quinze Unidades Básicas de Saúde  (UBSs)para tratar desse assunto. Uma delas só trata desse assunto. Nós temos UBSs fluviais levando remédios. Nós estamos fazendo as nossas UBSs móveis dar atendimentos aos índios do Parque das Tribos, que são preciosos para nós. O Brasil tem que escolher o seu caminho. O Brasil quer que boicotem seus produtos lá fora por maus tratos e má soluções para os indígenas? O Brasil quer isso? O Brasil quer que os produtos sejam rejeitados e trocados por similares de outros países por praticas que não sejam corretas em relação a, por exemplo, a preservação da Floresta Amazônica e a preservação dos nossos grandes rios?”, questionou.

    O prefeito também acredita que é hora do Governo Federal pensar maduramente sobre o assunto. “Ele tomando as decisões maduramente vai apontar que ele errou muito nessa questão da Covid e que ele deve procurar consertar de maneira humilde e firme. Nós podíamos estar, quem sabe, já fora disso, se não houvesse havido tanto preconceito, tanta ideia tola, tantos equívocos e tanto jogo de vaidade”, salientou.

    Ao final, Arthur ainda demonstrou a sua opinião contrária a reabertura do comércio não essencial em Manaus, de forma sutil, sem citar o Governo e sem falar abertamente sobre o assunto. “A gente tem que olhar para frente e é para frente que a gente vai acompanhar. Aconteça o que acontecer nós estaremos na linha de frente da luta. E estaremos muito felizes se, porventura, o Amazonas for esse case. Tem tudo para dar errado, mas de repente termina dando certo, tomara, tomara” finalizou.

    Confira o vídeo na íntegra:

    Eu não entendo o motivo de querer mexer no número de mortos pela Covid-19 agora quando o Brasil já passa de mais de 37 mil vítimas fatais do vírus. O que precisamos neste momento é de um comando sério, de medidas efetivas que coloquem a vida da população em primeiro lugar para depois pensarmos em economia. O país já está em uma recessão econômica e não vai sair de uma para outra, escondendo número de mortos do novo coronavírus para abrir comércios, não tem cabimento. O vírus ainda está no ar e vamos continuar lutando para evitar sua proliferação e evitar mais mortes que ainda estão acontecendo em grande número.

    Publicado por Arthur Virgílio Neto em Segunda-feira, 8 de junho de 2020

    Leia mais:
    Prefeito reforça ser contra reabertura do comércio em Manaus

    Prefeito de Manaus prepara queixa-crime por injúria contra Bolsonaro
    Prefeito de Manaus reage à declaração de Bolsonaro sobre ele

    Por Cíntia Ferreira, do Portal Projeta

    Últimos Artigos

    Estiagem 2024: Amazonas deve decretar emergência em 10 dias

    Diante do baixo nível dos rios já no início da estiagem, o governador do...

    Festival de Parintins tem campanhas contra a exploração sexual

    Canais de denúncias específicos para garantir a preservação da fauna e de jovens e...

    Codam aprova investimento de R$ 698 milhões para o polo industrial

    Estimativa de criação de 991 empregos nos próximos três anos e realocação de 403...

    Festival de Parintins: Caprichoso Completa 95% dos preparativos

    Preparativos avançam na reta final com últimos ajustes Com pouco mais de uma semana para...

    Mais artigos como este

    Estiagem 2024: Amazonas deve decretar emergência em 10 dias

    Diante do baixo nível dos rios já no início da estiagem, o governador do...

    Festival de Parintins tem campanhas contra a exploração sexual

    Canais de denúncias específicos para garantir a preservação da fauna e de jovens e...

    Codam aprova investimento de R$ 698 milhões para o polo industrial

    Estimativa de criação de 991 empregos nos próximos três anos e realocação de 403...