domingo, junho 23, 2024
More
    HomePoderAmazonasNa Região Norte, Amazonas foi o estado que mais gerou emprego no...

    Na Região Norte, Amazonas foi o estado que mais gerou emprego no turismo

    Publicado em

    spot_img

    O Amazonas foi o estado da Região Norte que mais criou postos de trabalhos no turismo durante o período de outubro de 2018 a outubro de 2019, sendo um total de 824 empregos, conforme apontou o levantamento divulgado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), com base nos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

    Ainda de acordo com o CNC, o maior estado da federação foi um dos que mais gerou empregos no mês de outubro deste ano (169 postos), perdendo somente para o Pará que empregou 181 pessoas no turismo. Mas se comparar o período anual, o estado paraense fecha com um déficit de 13 empregos formais.

    Conforme a presidente da Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (Amazonastur), Roselene Medeiros, o indicador mostra que o setor turístico local já vive um novo momento, cujo aquecimento do segmento é reverberado em contratações, por meio de carteiras assinadas.

    “Isso demonstra que políticas públicas adequadas e alinhadas com o trade amazonense resultam em geração de emprego e renda. Nós estamos falando no setor que mais emprega no mundo e que movimenta mais de 50 segmentos da economia amazonense. Não só temos que comemorar esse ótimo momento do turismo e avançar nas políticas de gestão”, analisou a presidente.

    Crescimento nacional

    Conforme o levantamento divulgado pelo CNC, o turismo brasileiro gerou 24.902 novos empregos formais nos 12 meses encerrados em outubro de 2019, com aumento de aproximadamente 330% em relação aos 12 meses anteriores (encerrados em outubro de 2018).

    No mês de outubro deste ano, foram criados 1.630 novos postos de trabalho formal, totalizando um estoque de 2.962.951 trabalhadores nos serviços turísticos. Do total de 39.178.133 empregados registrados com carteira assinada em todas as atividades produtivas no mês, de acordo com o Caged, o estoque dos alocados no turismo correspondeu a 7,6%.

    O presidente da CNC, José Roberto Tadros, informou que o resultado da análise reflete a recuperação do setor, em sintonia com a melhora gradual da economia do Brasi. “Grande parte do bom desempenho do mercado de trabalho do turismo, acentuado no segundo semestre deste ano, reflete a estabilidade de preços, com a inflação em declínio, a diminuição das taxas de juros e o impacto favorável da liberação do FGTS sobre o consumo, além da estabilidade do dólar na maior parte do período”, afirmou Tadros.

    Hospedagem e Alimentação

    Ainda conforme o CNC, em outubro deste ano, as atividades dos setores Hospedagem e Alimentação concentraram mais de 1,9 milhão de empregados, cerca de 66,1% do contingente de trabalhadores no setor, seguidas de Transporte de Passageiros, com 833,2 mil, aproximadamente 28,1% do total. As atividades de Cultura e Lazer e Agentes de Viagens representaram, juntas, 5,7%.

    Com informações da Amazonastur*

    Últimos Artigos

    Estiagem 2024: Amazonas deve decretar emergência em 10 dias

    Diante do baixo nível dos rios já no início da estiagem, o governador do...

    Festival de Parintins tem campanhas contra a exploração sexual

    Canais de denúncias específicos para garantir a preservação da fauna e de jovens e...

    Codam aprova investimento de R$ 698 milhões para o polo industrial

    Estimativa de criação de 991 empregos nos próximos três anos e realocação de 403...

    Festival de Parintins: Caprichoso Completa 95% dos preparativos

    Preparativos avançam na reta final com últimos ajustes Com pouco mais de uma semana para...

    Mais artigos como este

    Estiagem 2024: Amazonas deve decretar emergência em 10 dias

    Diante do baixo nível dos rios já no início da estiagem, o governador do...

    Festival de Parintins tem campanhas contra a exploração sexual

    Canais de denúncias específicos para garantir a preservação da fauna e de jovens e...

    Codam aprova investimento de R$ 698 milhões para o polo industrial

    Estimativa de criação de 991 empregos nos próximos três anos e realocação de 403...