quinta-feira, abril 18, 2024
More
    HomePoderBrasil'Se a reforma da Previdência não for aprovada, o Brasil quebra'

    ‘Se a reforma da Previdência não for aprovada, o Brasil quebra’

    Publicado em

    spot_img

    O presidente Jair Bolsonaro (PSL) concedeu duas entrevistas nesta semana onde defendeu a reforma da Previdência e disse que caso não seja aprovada, o Brasil quebra e o PT pode ganhar força no cenário político brasileiro.

    Para a revista Veja, Bolsonaro destacou que a “mãe das reformas” é sua “missão mais difícil”. Na entrevista, publicada na manhã desta sexta-feira (31), o chefe do Executivo disse que, se a reforma da Previdência não for aprovada pelo Congresso, o país sofrerá “um caos” na economia que poderá abrir portas para a volta do PT no poder.

    “Se a reforma da Previdência não passar, o dólar pode disparar, a inflação vai bater à nossa porta novamente e, do caos, vão florescer a demagogia, o populismo, quem sabe o PT, como está acontecendo na Argentina, com a volta da (ex-presidente) Christina Kirchner. O Brasil não aguentaria outro ciclo assim”, falou o presidente.

    Durante a entrevista à Veja, o presidente disse que, na sua visão, falta “patriotismo para algumas pessoas que decidem o futuro do Brasil”. Contou que sente uma pressão “muito grande” no cargo, sob as acusações de não ter governabilidade. “Mas o que é governabilidade?”, questionou.

    “Já passei noites sem dormir, já chorei pra caramba também. Angústia, né? Tá faltando o mínimo de patriotismo para algumas pessoas que decidem o futuro do Brasil. Imaginava que ia ser difícil, mas não tão difícil assim. Essa cadeira aqui é como se fosse criptonita para o Super-Homem. Mas é uma missão”, desabafou Bolsonaro.

    O presidente foi entrevistado, também, pelo apresentador Danilo Gentili, no seu programa The Noite, no SBT, na madrugada desta sexta-feira (31), e afirmou que se a reforma não for aprovada há chances do Brasil quebrar em 2022.

    “Aprovando a Previdência daqui a dois, três meses o país começará a andar. Nós não temos outra alternativa. Não dá mais para inchar a máquina pública”, disse o presidente.

    Bolsonaro ao ser questionado sobre a importância da aprovação do texto, explicou que se não houver a reforma, há chances do Brasil quebrar a ponto de o cidadão ir ao banco para receber o salário e não ter dinheiro.

    No fim da entrevista, o apresentador perguntou como o Brasil estará em 2022, e Bolsonaro respondeu que, se as metas do governo forem atingidas, o país alcançará a posição de 7ª economia do mundo e a taxa de desemprego será menor.

    Últimos Artigos

    Mais de 200 habilitações do projeto CNH Social são entregues

    Até final do segundo ciclo, 80 mil pessoas serão beneficiadas com o projeto que...

    Hemoam reforma e amplia farmácia hospitalar

    Houve também a reestruturação da Central de Abastecimento e implantação de assistência ao hemofílico A...

    Justiça suspende votação de empréstimo pela CMM

    A Justiça do Amazonas proibiu a Câmara Municipal de Manaus (CMM) de votar o...

    Minha Casa Minha Vida: Aumento do subsídio no AM

    O governo federal anunciou melhorias no Programa Minha Casa, Minha Vida para a região...

    Mais artigos como este

    Mais de 200 habilitações do projeto CNH Social são entregues

    Até final do segundo ciclo, 80 mil pessoas serão beneficiadas com o projeto que...

    Hemoam reforma e amplia farmácia hospitalar

    Houve também a reestruturação da Central de Abastecimento e implantação de assistência ao hemofílico A...

    Justiça suspende votação de empréstimo pela CMM

    A Justiça do Amazonas proibiu a Câmara Municipal de Manaus (CMM) de votar o...