quarta-feira, abril 17, 2024
More
    HomeSociedadeAmazonasRegistros de violência doméstica têm alta de 73% em 2018, aponta SSP-AM

    Registros de violência doméstica têm alta de 73% em 2018, aponta SSP-AM

    Publicado em

    spot_img

    Casos de violência doméstica contra mulheres, em Manaus, aumentaram 73% em janeiro de 2019, na comparação com o mesmo período de 2018. Conforme dados da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM), no primeiro mês deste ano, foram registrados 1.270 casos de violência doméstica, enquanto em 2018 foram 734 registros.

    O crime de lesão corporal dolosa também aumentou no mesmo período. Foram 394 registros este ano, contra 249 no ano passado.

    No total, foram registradas no primeiro mês do ano, 9.727 ocorrências contra mulheres, número menor do que os registros de 2018, quando foram contabilizados 10.090 casos.

    Onde denunciar

    Hoje, a Polícia Civil do Amazonas tem duas Delegacias Especializadas em Crimes Contra a Mulher (DECCM). Uma localizada no bairro Parque Dez, Zona Centro-Sul de Manaus, e o anexo, localizado no bairro Cidade de Deus, Zona Norte.

    A titular da DECCM do Parque Dez, delegada Débora Mafra, explicou que, apesar do crescimento nos números de casos de violência doméstica, essa é uma informação considerada positiva dentro do contexto da Segurança Pública.

    “Esse aumento é sempre positivo porque é a prova de que mais denúncias estão sendo feitas. Nós não podemos entrar na casa do cidadão para saber se está tudo bem, então é preciso denunciar. Nos três casos de feminicídios que já registramos esse ano, as vítimas nunca tinham feito nenhum Boletim de Ocorrência”, contextualiza.

    Mafra ressaltou que as denúncias podem ser feitas pessoalmente na sede da especializada e pelos telefones 190, da Polícia Militar, e 181, da Secretaria de Segurança Pública (SSP).

    Ela orienta, ainda, que ao primeiro sinal de violência, seja física ou psicológica, a mulher deve dar um basta, para que a situação não chegue a casos mais extremos, como o feminicídio. As mulheres vítimas de violência doméstica podem buscar amparo na rede de proteção, que envolve Polícias Civis e Militar, Defensoria Pública da Mulher, Secretaria de Estado de Justiça e Cidadania (Sejusc), casas abrigos, entre outros órgãos.

    Últimos Artigos

    Mais de 200 habilitações do projeto CNH Social são entregues

    Até final do segundo ciclo, 80 mil pessoas serão beneficiadas com o projeto que...

    Hemoam reforma e amplia farmácia hospitalar

    Houve também a reestruturação da Central de Abastecimento e implantação de assistência ao hemofílico A...

    Justiça suspende votação de empréstimo pela CMM

    A Justiça do Amazonas proibiu a Câmara Municipal de Manaus (CMM) de votar o...

    Minha Casa Minha Vida: Aumento do subsídio no AM

    O governo federal anunciou melhorias no Programa Minha Casa, Minha Vida para a região...

    Mais artigos como este

    Mais de 200 habilitações do projeto CNH Social são entregues

    Até final do segundo ciclo, 80 mil pessoas serão beneficiadas com o projeto que...

    Hemoam reforma e amplia farmácia hospitalar

    Houve também a reestruturação da Central de Abastecimento e implantação de assistência ao hemofílico A...

    Justiça suspende votação de empréstimo pela CMM

    A Justiça do Amazonas proibiu a Câmara Municipal de Manaus (CMM) de votar o...