domingo, junho 23, 2024
More
    HomeSociedadeAmazonasMais de 5 mil produtores rurais foram capacitados pelo Governo do AM

    Mais de 5 mil produtores rurais foram capacitados pelo Governo do AM

    Publicado em

    spot_img

    Ao todo, 206 cursos foram oferecidos para produtores em mais de 19 municípios do estado

    Em 2022, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Produção Rural (Sepror), com o objetivo de gerar conhecimento, emprego, renda e desenvolvimento ao setor agropecuário no interior do estado, capacitou mais de 5 mil pessoas, entre produtores rurais, empresários, feirantes e estudantes, com a realização de 206 cursos em 19 municípios e na capital. As ações refletem determinação do governador Wilson Lima de levar apoio ao setor primário em diversas frentes.

    “No nosso governo, o setor primário tem recebido um olhar diferenciado. A gente trabalha trabalhando para que os produtores rurais possam desenvolver suas atividades e garantir o sustento de suas famílias. Seja pavimentando um ramal, distribuindo sementes, disponibilizando crédito e, também, levando até esses produtores capacitação e assistência técnica”, destaca o governador.

    Os cursos foram oferecidos de forma virtual, híbrida e presencial, com carga horária mínima de 24 horas e fazem parte da programação anual da Sepror, coordenados pelo Departamento Pedagógico (Depe).

    As capacitações, palestras e cursos têm o intuito de levar os participantes a terem uma nova forma de comunicação, novas metodologias para que estes se enquadrem em uma atividade tecnicamente bem conduzida e, assim, obtenham organização na produção agropecuária.

    Além das capacitações previstas no cronograma, a Sepror ministrou cursos e palestras para produtores durante a 44ª Exposição Agropecuária do Amazonas (Expoagro) e durante a 6ª Feira Agropecuária da Nilton Lins, assim como tem feito um trabalho contínuo de levar as ações desenvolvidas pelo Depe ao interior do estado, especialmente em eventos agropecuários.

    Balanço de quatro anos

    Ao todo, nos últimos quatro anos foram aplicados mais de 430 cursos, capacitando mais de 10 mil produtores rurais em aproximadamente 45 municípios.

    O engenheiro agrônomo, José Portugal, falou da importância do conhecimento teórico e prático para o fortalecimento da atividade que os produtores e suas famílias desenvolvem em suas propriedades.

    “É importante falar dos itens que compõem os conhecimentos teóricos e práticos aplicados nos cursos, através da Sepror, nos municípios do estado para que desenvolvam essa cultura do plantio até a colheita e venda”, destacou o engenheiro.

    Entre os principais cursos aplicados estão: horta caseira, caseiro rural, pesca esportiva, administração e marketing de propriedades rurais, estratégias rurais, produção de mudas, empreendedorismo, sanidade na piscicultura, boas práticas na produção de hortaliças, manejo florestal, tecnologias para o cultivo da mandioca, força mulher empreendedora, retirada de espinha, combate ao desperdício de alimento e controle de pragas nas hortas.

    Para o morador do município de Careiro Castanho e participante do curso de caseiro rural, Franciomar Júlio, um dos mais solicitados pelos produtores, a formação mostra como o uso da tecnologia pode facilitar e otimizar o trabalho no campo.

    “O curso ajuda o caseiro rural a levar para suas comunidades o incentivo ao uso da tecnologia, de maquinário em substituição à enxada, mostrando que se pode produzir muito mais com menor esforço nas atividades do campo, ajudando qualquer proprietário rural que precisar de uma pessoa competente para operar um equipamento para o qual foi treinado durante o curso”, afirmou.

    Certificação

    Todos os cursos aplicados nos municípios do interior e na capital oportunizam certificados, assim como para estudantes de graduações voltadas ao campo, que acessam os cursos e obtêm horas complementares.

    Municípios atendidos em 2022

    Ao longo deste ano, as ações de capacitação e formação promovidas por meio da Sepror alcançaram os municípios de Iranduba, Caapiranga, Santa Isabel do Rio Negro, Rio Preto da Eva, Manaquiri, Amaturá, Jutaí, Autazes, Manacapuru, Parintins, Coari, Tefé, Nhamundá, Alvarães, Barreirinha, São Sebastião do Uatumã, Itacoatiara, Novo Airão e Maués.

    Leia mais:
    Governo do AM apoia eventos agropecuários e gera empregos
    Alimentos orgânicos: Careiro Castanho recebe kits Agroecologia
    Governo do AM vai apoiar comercialização de produtores orgânicos

    Últimos Artigos

    Estiagem 2024: Amazonas deve decretar emergência em 10 dias

    Diante do baixo nível dos rios já no início da estiagem, o governador do...

    Festival de Parintins tem campanhas contra a exploração sexual

    Canais de denúncias específicos para garantir a preservação da fauna e de jovens e...

    Codam aprova investimento de R$ 698 milhões para o polo industrial

    Estimativa de criação de 991 empregos nos próximos três anos e realocação de 403...

    Festival de Parintins: Caprichoso Completa 95% dos preparativos

    Preparativos avançam na reta final com últimos ajustes Com pouco mais de uma semana para...

    Mais artigos como este

    Estiagem 2024: Amazonas deve decretar emergência em 10 dias

    Diante do baixo nível dos rios já no início da estiagem, o governador do...

    Festival de Parintins tem campanhas contra a exploração sexual

    Canais de denúncias específicos para garantir a preservação da fauna e de jovens e...

    Codam aprova investimento de R$ 698 milhões para o polo industrial

    Estimativa de criação de 991 empregos nos próximos três anos e realocação de 403...