quinta-feira, julho 25, 2024
More
    HomePoderAmazonasCPI dos Combustíveis investiga distribuidoras que não repassam descontos na gasolina

    CPI dos Combustíveis investiga distribuidoras que não repassam descontos na gasolina

    Publicado em

    Na semana passada, o Governo Federal anunciou a redução nos preços dos combustíveis nas refinarias de todo Brasil. Foi autorizado o desconto de 7,16% no preço da gasolina e 6% no preço do diesel, cuja redução seria repassada aos consumidores. Após quase uma semana dos preços caírem nas refinarias, a redução não chegou aos postos de Manaus.

    Ao contrário do que aconteceu em todo País, os combustíveis em Manaus tiveram aumento de preço. É o caso da gasolina, que subiu de R$ 3,99 para R$ 4,58.

    Diante da insistência das distribuidoras de combustível e de donos de posto em não reduzirem os preços, o vice presidente da CPI dos Combustíveis na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputado Fausto Jr, disse que a comissão já está investigando os contratos entre refinarias, distribuidoras e postos de combustível.

    “Recebemos a informação que as distribuidoras não repassaram aos postos os descontos concedidos pela refinaria”, destacou Fausto. “Isso é mais uma prova da formação de cartel na venda de combustíveis no Amazonas. Quem sempre fica no prejuízo é o consumidor”, afirmou o deputado.

    A combinação de preços também chegou ao interior do Amazonas, onde a gasolina chega a custar R$ 5,10 o litro. Em contrapartida, a Refinaria de Manaus (Reman) está comercializando o litro da gasolina a R$ 1,85, segundo informou a Petrobrás.

    Além da investigação realizada pela CPI, que está analisando as notas fiscais de compra e venda de gasolina pelas distribuidoras, o Procon-AM notificou cinco empresas que distribuem combustível no Amazonas.

    O Procon quer saber o motivo das distribuidoras não repassarem aos postos o desconto concedido pela refinaria. “Queremos saber o motivo do não repasse que está trazendo prejuízo a milhares de motoristas, que não recebem o desconto concedido pelo Governo Federal”, cobrou o diretor do Procon-AM, Jalil Fraxe.

    Últimos Artigos

    Passagem aérea a R$ 200 é limitada a 2 bilhetes por ano

    Ministério de Portos e Aeroportos lança a primeira fase do programa Voa Brasil Nesta semana,...

    Apostador de Manaus ganha sozinho R$250 milhões

    Uma aposta única feita em Manaus acertou as seis dezenas e os dois trevos...

    Idam capacita mais de 100 piscicultores em Novo Airão

    Dia de Campo oferece novas tecnologias e metodologias para piscicultura Mais de 100 piscicultores participaram...

    Indígenas de São Gabriel da Cachoeira recebem oficinas

    Cerca de 100 artesãos e produtores indígenas participaram do evento De 1 a 4 de...

    Mais artigos como este

    Passagem aérea a R$ 200 é limitada a 2 bilhetes por ano

    Ministério de Portos e Aeroportos lança a primeira fase do programa Voa Brasil Nesta semana,...

    Apostador de Manaus ganha sozinho R$250 milhões

    Uma aposta única feita em Manaus acertou as seis dezenas e os dois trevos...

    Idam capacita mais de 100 piscicultores em Novo Airão

    Dia de Campo oferece novas tecnologias e metodologias para piscicultura Mais de 100 piscicultores participaram...