Amazonas registra 4.805 casos suspeitos de dengue em 2024

0
37
Até o momento, foi confirmado 1 óbito por dengue no AM, de uma criança de 2 anos em Manaus. Outros 3 casos estão sendo investigados.
Agente de saúde do governo realizando aplicação de inseticida contra o mosquito da dengue. FOTO: Ricardo Oliveira/Semcom

A última atualização do Painel de Monitoramento das Arboviroses no Brasil — uma ferramenta do Ministério da Saúde que disponibiliza informações sobre a incidência de doenças arbovirais para qualquer cidadão — disponibilizada na noite de quarta (7) mostrou que o Amazonas registra 4805 casos suspeitos de dengue desde o início de 2024.

O coeficiente de incidência do estado nesse período é de 121.9, ou seja, esse é o número de casos registrados por 100 mil habitantes. Até o momento, foi confirmado 1 óbito, uma criança de 2 anos em Manaus. Apesar disso, outros 3 casos de óbito estão sendo investigados, sendo eles em Lábrea, Coari e Manaus.

Incidência da dengue no Amazonas

Os casos estão distribuídos, em sua maioria, entre pessoas de 30 a 59 anos, que registram 57,77% das suspeitas de dengue. A população entre 60 e 69 anos também requer atenção, com 549 casos prováveis em todo o estado.

No Amazonas, a população feminina representa 51,4% dos casos, enquanto os homens são 48,6% dos atendidos com suspeita de dengue. No Brasil, a discrepância é um pouco maior, com uma divisão de 54,9% dos casos em mulheres.

Brasil enfrenta aumento de casos

O aumento de casos de dengue não é único ao Amazonas. Outros estados registraram uma explosão de suspeitas de arboviroses em diversas regiões do país e ao menos 5 estados – Acre, Minas Gerais, Goiás e Distrito Federal decretaram situação de emergência em saúde pública. A cidade do Rio de Janeiro também decretou emergência, embora o resto do estado continue em estado de normalidade.

A previsão do Ministério de Saúde é que o Brasil contabilize cerca de 4,1 milhões de casos em 2024. Em 2023, o Painel de Monitoramento das Arboviroses contabilizou 1,66 milhões de casos em todo o país.

No Amazonas, o ano de 2023 foi o período com o maior número de mortes por dengue já registrado. Foram 1.079 óbitos por complicações da doença no estado, segundo dados do Sistema de Informação de Agravos de Notificação.