Parlamentares voltam a pedir pix para Bolsonaro

0
155
Foto: Beto Barata/PL

Deputados da base de apoio de Bolsonaro divulgam campanha de arrecadação para quitar multas judiciais

Após o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) revelar que o ex-presidente Jair Bolsonaro recebeu R$ 17,2 milhões de transações de Pix entre janeiro e julho deste ano, parlamentares da base de apoio do ex-presidente voltaram a pedir doações em suas redes sociais.

Os deputados Carlos Jordy (RJ) e Gustavo Gayer (GO) estão divulgando a imagem da deputada governista Tabata Amaral (PSB-SP) com a legenda “A meta é de R$ 22 milhões”. A imagem foi adulterada para promover a campanha de arrecadação.

Jordy, ao compartilhar a fotografia, ironizou: “Será que é montagem?”. Além disso, outros parlamentares, como Cabo Gilberto, também divulgaram a imagem nas redes sociais.

O vereador de São Paulo, Fernando Holiday, também entrou na campanha e questionou a repercussão das doações para o ex-presidente, afirmando: “O problema são 17 milhões? Então vamos chegar nos 22 milhões!! Eu já repeti meu pix”, acompanhado do comprovante de uma doação no valor de R$ 222,22.

No início do ano, a chave Pix do ex-presidente foi amplamente divulgada por seus aliados políticos, com o objetivo de arrecadar dinheiro para ajudá-lo a pagar multas provenientes de condenações em processos judiciais. Agora, com a revelação do Coaf sobre suas transações, a campanha ganha força novamente nas redes sociais dos apoiadores de Bolsonaro.

Leia mais:
Quem pediu PIX para Bolsonaro? Aliados lançam ‘vaquinha’
Justiça bloqueia mais R$ 370 mil de Bolsonaro por não pagar multas durante a pandemia

Com informações de O Globo*