App “Alerta Mulher” recebeu 57 acionamentos contra violência no AM

0
132
Aplicativo é destinado a mulheres com medidas protetivas concedidas ou solicitadas na Justiça
FOTO: Carlos Soares/SSP-AM

Aplicativo é destinado a mulheres com medidas protetivas concedidas ou solicitadas na Justiça

O aplicativo “Alerta Mulher”, desenvolvido pela Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM) em parceria com a Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), registrou 57 chamados de emergência relacionados à violência contra a mulher nos primeiros quatro meses deste ano. O aplicativo, monitorado em tempo real pelo Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops), foi criado para auxiliar mulheres vítimas de violência ou ameaça.

Para utilizar o aplicativo, a vítima deve registrar um Boletim de Ocorrência (BO) e apresentá-lo durante o processo de cadastro. O sistema recebe elogios da Ministra das Mulheres, Cida Gonçalves, que visitou Manaus em abril deste ano e pôde conhecer o funcionamento do atendimento no Ciops.

Segundo o coordenador do Ciops, Cabo Luiz Ricardo, é essencial que haja uma resposta rápida aos chamados de emergência. Os atendentes são treinados e seguem um protocolo específico para lidar com esse tipo de ocorrência.

“Os atendimentos são preferencialmente realizados por uma equipe da Sejusc, em parceria com a Secretaria de Segurança, para atender mulheres que possuem medidas protetivas ou solicitaram auxílio judicial. A equipe da Sejusc recebe treinamento nas delegacias sobre o uso do sistema e, aqui no Ciops, realizamos ajustes técnicos para garantir um atendimento eficiente”, explicou.

Raimunda Santos, educadora social da Sejusc responsável pelos atendimentos através do aplicativo, destaca a importância da rapidez no atendimento. O aplicativo monitora a vítima por meio de um sistema de GPS, o que auxilia a polícia até mesmo em casos de perseguição ou fuga.

“Quando o agressor se aproxima da vítima, ela pressiona um botão que emite um alerta em nosso computador, e imediatamente acionamos a viatura da região, rastreando a localização da vítima em tempo real. A resposta costuma ser imediata”, relatou a educadora.

O “Alerta Mulher” é uma ferramenta importante no combate à violência contra a mulher, garantindo maior segurança e agilidade no atendimento às vítimas.

Como usar

A vítima pode baixar o aplicativo no sistema Android, por meio do Google Play Store. O “Alerta Mulher” permite que a vítima já cadastrada envie fotos e áudios. As informações são recebidas pela equipe de monitoramento do Ciops, que aciona uma viatura para atender a ocorrência.

Leia mais:
Águas de Manaus: Curso gratuito de bombeiro hidráulico para mulheres
Casa da Mulher Brasileira será construída em Manaus, anuncia Ministra Cida Gonçalves