ANP vê queda de preço na gasolina em dez estados, menos no AM

0
314
Foto: Ilustração

A ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) informou, nesta sexta-feira (7), que constatou queda de preços na gasolina e do etanol nesta primeira semana de janeiro. A agência fez o levantamento em dez estados, mas o Amazonas não aparece na pesquisa, onde os preços não se alteram para baixo desde outubro, sobretudo o da gasolina.

O levantamento semanal da ANP mostra que o preço médio do litro do combustível passou de R$ 6,618 para R$ 6,596 da semana passada para esta, o que representa uma queda de 0,33%.

Os estados pesquisados pela agência do petróleo foram Sergipe, Bahia, Ceará, Roraima, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro.

No caso do etanol, a ANP reportou uma redução de 0,24% nos preços praticados na bomba no mesmo período, passando de R$ 5,063 para R$ 5,051.

Esses porcentuais de queda são insignificantes diante dos porcentuais de aumento registrados em 2021.

No ano passado, o preço médio da gasolina avançou 46%, o do etanol subiu 58% e o do diesel acumulou uma alta de 45%. Este último, subiu de R$ 5,336 para R$ 5,344, um avanço de mais 0,15% nesta primeira semana de janeiro de 2022.

Amazonas

No caso do Amazonas, o preço da gasolina, por exemplo, continua inalterado desde novembro, pois até 29 de outubro o preço médio do combustível em Manaus estava custando R$ 6,49.

Na capital amazonense, com população estimada em 2,2 milhões de habitantes (IBGE 2020), o litro do combustível está custando R$ 6,59, em média, há mais de dois meses.

Portanto, além de não ser pesquisado nesta primeira semana de 2022, o preço do combustíveis não condiz com a perspectiva de queda, conforme a ANP.

Por fim, o preço médio do gás de cozinha de 13kg avançou de R$ 102,28 para R$ 102,55 no intervalo analisado pela ANP.

Com a escalada do preço do gás de cozinha, o governo vai começar a pagar o vale-gás a partir de 18 de janeiro. O auxílio ajuda as famílias de baixa renda a comprar o botijão de gás de 13 kg.

Mais informações. 

Leia mais:
Petrobras reduz preço da gasolina A para distribuidoras

Preço da gasolina e do diesel volta a subir nas refinarias
Gasolina do Brasil está entre as 100 mais caras do mundo

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui