Madeireira irregular é multada em R$ 300 mil durante operação Tamoiotatá

0
202
Durante as fiscalizações realizadas na operação Tamoiotatá uma madeireira, que estava sendo usada de forma irregular, foi multada em R$ 300 mil.
FOTO: Divulgação/Ipaam

O responsável pelo local foi autuado por descumprimento de normas e legislação ambientais

Durante as fiscalizações realizadas pelos agentes estaduais na operação Tamoiotatá uma madeireira, que estava sendo usada de forma irregular, foi multada em R$ 300 mil. A ação ocorreu na BR-319, no município de Humaitá (a 590 quilômetros de Manaus).

De acordo com o relatório da ocorrência, a área foi encontrada após monitoramento remoto feito pelas equipes. O responsável pela madeireira foi autuado por descumprimento de normas e legislação ambientais. Segundo o relatório, o Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (IPAAM) solicitou a suspensão da madeireira através dos Documentos de Origem Florestal (DOF).

Participaram da ação agentes do Ipaam, do Batalhão de Policiamento Ambiental (BPamb), do 1° Batalhão de Choque  e do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM).

Operação Tamoiotatá – Desde o início de abril, o Governo do Estado atua na repressão ao desmatamento ilegal nos municípios de Apuí, Humaitá e Lábrea. A operação é resultado de um trabalho conjunto entre as secretarias estaduais de Meio Ambiente (Sema) e Segurança Pública (SSP-AM).

Por determinação do secretário de Segurança, general Carlos Alberto  Mansur, houve reforço no número de efetivo. A Força Nacional também está participando, com mais de 40 agentes.

Durante os cinco primeiros meses de operação, foram apreendidos animais domésticos, madeira serrada e veículos que realizavam o transporte irregular de materiais ilícitos.

Leia mais:
Em Autazes, PMAM aprende madeira ilegal durante fiscalização
Madeira apreendida auxiliou famílias atingidas pela cheia
Operação ‘Tamoiotatá’ apreende 700 metros de madeira ilegal

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui