Prefeitura inicia nova etapa de vacinação na zona rural de Manaus

0
408
Até a próxima sexta-feira, 30/4, equipes de vacinação da Prefeitura de Manaus estarão percorrendo a zona rural de Manaus para imunizar moradores.
Foto – João Viana / Arquivo Semcom e Informações: Sandra Monteiro / Semsa

Até a próxima sexta-feira, 30/4, equipes de vacinação da Prefeitura de Manaus estarão percorrendo os ramais das áreas de abrangência das unidades de saúde situadas nas rodovias AM-010 e BR-174, para levar a imunização a 1.524 moradores dessas localidades. Parte desse público concluirá o ciclo de imunização: idosos de 60 anos e mais e trabalhadores da saúde, que receberão a segunda dose da vacina contra a Covid-19. As pessoas com as comorbidades descritas no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação – 434 deste total -, começarão a ser imunizadas nesta semana.

“Muita gente não sabe, mas a dimensão territorial de Manaus é extensa e compreende áreas terrestres e fluviais. Enfrentar uma pandemia nessas condições, requer planejamento e logística diferenciados, principalmente para garantir que a vacina chegue a cada um dos habitantes dessas localidades. Na área rodoviária temos quatro UBSs, que são o ponto de apoio, que cuidam de 31 ramais. As famílias moram a quilômetros umas das outras. Nossa tarefa é ir à casa de cada uma delas para vacinar”, destaca o prefeito de Manaus, David Almeida.

A partir desta segunda-feira, as equipes de vacinação farão visitas domiciliares nas casas dos idosos e das pessoas com comorbidades já cadastrados e conhecidos por todos os Agentes Comunitários de Saúde (ACS) que atuam diariamente nas comunidades. O Exército brasileiro, por intermédio do Comando Militar da Amazônia (CMA), estará dando suporte na logística necessária nessa ação de imunização da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa).

A secretária municipal de Saúde, Shádia Fraxe, explica que a vacinação nessas localidades se dará diariamente de forma simultânea. “O trabalho está organizado para que a vacinação nessas comunidades ocorra de acordo com a unidade de saúde de abrangência, com visitas domiciliares e postos fixos, seguindo a programação de atender a cada ramal, sempre observando os cuidados, a fim de evitar a transmissão do coronavírus”, assegura.

Para otimizar o trabalho, o Distrito de Saúde Rural realizou articulação prévia com líderes comunitários como padres, pastores, presidentes de associações/bairros, conselheiros locais de saúde, entre outras lideranças, que ficaram responsáveis por informar aos moradores as datas previstas para a vacinação.

Na ocasião, as equipes de vacinadores da Semsa aproveitarão para identificar pessoas dos grupos prioritários, que não tenham recebido a primeira dose por algum motivo, e providenciar a imunização.

A UBS Pau-Rosa cobre 13 ramais (Pau-Rosa, Cooperativa, das Pedras, São José, Boa Esperança, dos Amigos, da Usina, Felicidade 1 e 2, Buriti, Quebra Galho, Santa Luzia, Cristo Rei), nos quais serão vacinados 431 idosos de 60 anos e mais com a segunda dose; 33 profissionais de saúde com a segunda dose e 85 pessoas com comorbidades, com a primeira dose.

Na UBS Conselheira Ada Viana, que atende a cinco ramais (Rio Branquinho, Portal do Caribe, São Francisco, Castanheira e ZF 1), a Semsa deverá imunizar 198 pessoas de 60 anos e mais e 14 trabalhadores de saúde com a segunda dose; e 73 pessoas com comorbidades com a primeira dose.

Na UBS São Pedro, nos seis ramais (Leão, Água Branca 1 e 2, Vila Bom Jesus, Bons Amigos, Matrinxã), 26 profissionais de saúde e 185 idosos de 60 anos e mais concluirão o ciclo vacinal com a segunda dose; e 130 pessoas com comorbidades serão vacinadas contra a Covid-19 pela primeira vez.

E na UBS Efigênio Sales, que tem sete ramais (Areal, São Francisco 1, 2 e 3, Nova Jerusalém, União, Santo Antônio), a vacinação alcançará 179 pessoas de 60 anos e mais, além de 24 trabalhadores da saúde com a segunda dose e 146 pessoas com comorbidades receberão a primeira dose da vacina.

Leia mais:
Entrega de vacinas contra a Covid terá redução de 30% até maio
Vacina: mais de 400 mil doses já foram aplicadas em Manaus
OMS vai tentar antecipar entregas de vacinas ao Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui