Governo anuncia novos ajustes nas medidas contra a Covid-19 no AM

0
249
(Foto: Divulgação)

O governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), anunciou, nesta sexta-feira (05), novos ajustes no decreto de restrição de circulação no estado em razão da Covid-19, válidos pelos próximos 15 dias, a partir de segunda (8).

Dentre as mudanças anunciadas, o governador informou que fica facultada a abertura de creches e escolas de ensino infantil (até 5 anos) da rede privada, desde que atendendo a critérios como capacidade de 50% em sala de aula, uso de equipamentos de segurança e testagem em professores.

“Essa é uma decisão que tem que ser tomada com muito critério pelas escolas  juntamente com o sindicato que reúne essas unidades escolares, porque elas precisam ter as condições necessárias para dar garantia de segurança sanitária: distanciamento social, álcool em gel, testagem dos professores, acompanhamento de alguém que possa estar com a covid-19”, ressaltou o governador.

Ao anunciar as novas medidas, o governador Wilson Lima também pediu que a população faça a sua parte. “Nós ainda não superamos a pandemia. É preciso um esforço de todos nós. O apelo que eu faço é para que todos continuem seguindo as recomendações dos órgãos da saúde. Nós não podemos voltar atrás. Essa luta é de todos nós”, afirmou.

De acordo com Cristiano Fernandes, diretor-presidente da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), houve uma redução de 18,4% da media móvel de casos nos últimos 14 dias e de 54,2% no numero de óbitos e, por isso, alguns ajustes no decreto se tornaram possíveis.

No total, o estado já registrou 11.087 óbitos desde o dia 24 de março de 2020. Em janeiro deste ano, o estado chegou a registrar 154 óbitos em um único dia. Do total de mortes, 74,7% são de pessoas com 60 anos ou mais.

“Nós precisamos evitar novas tragédias. Precisamos manter as medidas de prevenção”, enfatizou Cristiano.

Leia mais: 
Cientista da Fiocruz diz que variante do AM é mais perigosa
‘RespirAR’ oferece tratamento gratuito para pacientes ex-Covid-19
Wilson reúne donos de bares e restaurantes antes de assinar novo decreto

Por Cíntia Ferreira, do Portal Projeta

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui