David rebate cientista sobre 3ª onda da Covid-19 em Manaus

0
463
O prefeito de Manaus falou sobre um alerta de cientistas sobre a terceira onda da Covid-19 em Manaus. De acordo com ele, as previsões são infundadas.
Foto: Ilustração

O prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), falou durante o lançamento do “Auxílio Manauara”, sobre um possível alerta de cientistas sobre a terceira onda da Covid-19 em Manaus. De acordo com ele, as previsões são infundadas visto que não possuem embasamento científico.

A notícia da 3ª onda da Covid-19 mais letal que as anteriores, começou a circular após declarações do cientista Lucas Ferrante, do Instituto de Pesquisas da Amazônia (Inpa). Para o profissional o cenário dramático vivido pela saúde do Amazonas, será ainda pior com a nova variante do vírus.

Entretanto, David Almeida, rebateu as afirmações do cientista e explicou que participou de uma reunião com Lucas para tratar do assunto, ao lado de dois outros profissionais: “esse rapaz, esse cientista mandou um “zap” para mim e fui ouvi-lo. Chamei dois cientistas médicos, já que ele vai falar comigo e eu não tenho conhecimento científico. E ele falava de fazermos um lockdown de 90 dias, sem ninguém sair de casa, que a cada mês, 30 dias, diminuiria 10% a mortandade”.

A constatação de que a pesquisa feita pelo cientista não teria relevância, segundo o prefeito, foi por conta da resposta de Lucas aos questionamentos dos cientistas que o acompanhavam na reunião: “Com quantas pessoas você fez o estudo? Ele fez com cinco pessoas, segundo ele, não disse quem. Não disse qual estado, se era média, grave ou se era assintomático. Aonde você publicou? Não publiquei em lugar nenhum”, continuou.

A sequência de respostas rasas, levou os profissionais a não alarmarem para a situação descrita por Ferrante.

A recomendação de Lucas Ferrante é lockdown: “o que nós recomendamos agora é um lockdown extensivo de 20 dias a um mês. Precisa-se restringir a circulação de 90% da população de Manaus concomitantemente com uma ação massiva de vacinação, que deve cobrir pelo menos 70% da população nos próximos três meses”.

Leia mais:
Cientista prevê onda mais trágica e sugere lockdown de um mês
David Almeida anuncia recorde na vacinação em Manaus
Governadores da Amazônia cobram leitos e auxílio de Bolsonaro

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui