Joana Darc se defende de acusações e explica fala da última sessão

0
453
Joana Darc se defende de acusações e explica fala da última sessão

Joana Darc se defende de acusações e explica fala da última sessão

Na última quinta-feira (3) de dezembro, uma fala da deputada Joana Darc (PL) na tribuna da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) causou polêmica entre os parlamentares e fez com que muitos deles se manifestassem. Na ocasião, a deputada disse que Roberto Cidade (PV) teria comprado o voto de parlamentares para ser eleito presidente da Casa Legislativa para 2021. Nesta quarta-feira (9), Joana se justificou e disse que em momento algum falou que os deputados haviam recebido vantagem.

“Em momento algum eu falei que algum deputado recebeu alguma vantagem. Eu falei que o deputado Roberto Cidade tinha propostas. Eu quero aqui dizer de público que tudo o que eu falo eu tenho responsabilidade”, declarou a parlamentar.

Joana Darc explicou na tribuna que não estava disputando nenhum cargo, não era candidata à presidência e que foi pega de surpresa na votação da presidência da Casa. “Fomos pegos de surpresa, quando já tínhamos o anúncio publicamente que a votação seria no dia 16 ou 17 de dezembro. Viemos para o plenário como se fosse qualquer outro dia. O que mais me causou revolta naquele dia foi o fato de eu ser membro titular da Comissão de Constituição e Justiça e não ser convocada, tanto quanto o deputado Berlamino Lins, para que a gente pudesse acompanhar a reunião e deliberar esta proposta de emenda constitucional. E isso não se faz com nenhum parlamentar. Porque precisou fazer daquela forma? Porque precisou atropelar o processo?”, questionou.

O deputado Wilker Barreto (Podemos) falou que as falas da deputada Joana Darc precisam ser apuradas no decoro “ou a deputada traga em mãos as provas. Eu irei procurar o Conselho de Ética e solicitar total apuração dos fatos”, disse. O parlamentar ainda fez outras acusações à deputada, inclusive de que a sua acusação poderia acarretar em perda do mandato.

“Eu não vou aceitar ser coagida. Eu não vou aceitar ser perseguida. Eu não vou aceitar ser ameaçada. Eu vou lutar até o fim e vou arcar com as consequências. (…) Eu sei que o deputado Wilker Barreto tem problemas comigo desde a Câmara Municipal. Desde sempre o deputado Wilker Barreto tem por objetivo que eu seja cassada. É muito triste ver no parlamento que a situação até pior ou igual, quando se trata de um parlamentar homem e que seja aumentada quando se trata de uma parlamentar mulher que não usou do anonimato para falar na tribuna”, ressaltou a parlamentar.

 Joana Darc também falou que desde muito tempo tem sido vítima de notícias falsas. Ela mostrou fotos do inquérito da polícia com imagens falsas de que ela e outros deputados recebiam propina do Governo. Joana lembrou que o número utilizado para espalhar as fakes news, está em nome do deputado Wilker Barreto desde 2006, como consta no relatório.

Leia mais:
Deputadas devem recorrer na Justiça para anular eleição da Aleam
ALE contesta decisão: Justiça não pode interferir em atos dos deputados
Deputados elegem Roberto Cidade para presidente da ALE

Da Redação, do Portal Projeta

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui