Projeto lança evento que leva pesquisas em linguagem acessível aos manauaras

0
953
A primeira edição do ‘Nortear – Ciclo de Palestras’, do Vírgulas Cardeais acontece no sábado (27) na Biblioteca Pública, com entrada gratuita

No próximo sábado (27) acontece a primeira edição do “Nortear – Ciclo de Palestras”, de iniciativa da organização educomunicacional vinculada à ONU, Vírgulas Cardeais. O evento é aberto ao público e reúne pesquisadores que farão apresentações de até cinco minutos cada, com slides que passam sozinhos a cada 20 segundos, sobre variados assuntos acadêmicos em um bate-papo aberto aos participantes. A entrada é gratuita e não precisa de inscrições para ouvintes.

Nesta primeira edição, o projeto Vírgulas Cardeais selecionou entre os inscritos temas como sustentabilidade, games, educação, história, artes visuais, direitos humanos, entre outros que fazem parte do trabalho de pesquisadores e universitários do Amazonas. Durante a apresentação, os selecionados usarão a criatividade para falar sobre suas pesquisas e fazer o que nenhum congresso tradicional deixaria que fizessem.

A ideia é gerar o diálogo entre os diversos tipos de linguagem, temas e pessoas. A programação é interativa, de forma que tanto os apresentadores quanto o público podem debater o que for abordado e trocar de ideias.

O “Nortear – Ciclo de Palestras” acontece no dia 27 de julho (sábado), na Biblioteca Pública do Amazonas (R. Barroso, 57 – Centro), entre 14h30 e 17h.

Sobre o Vírgulas Cardeais

O Vírgulas Cardeais é um negócio social fundado em fevereiro de 2018 pela jornalista Maria Cecília Costa. O projeto faz parte da UN SDSN Youth (Rede de Soluções de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas Juventude), organização vinculada à ONU que visa alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) com participação de organizações lideradas por jovens com menos de 30 anos.  O Vírgulas Cardeais tem como foco o ODS 4 – Educação de Qualidade.

O objetivo do projeto é unir comunicação e educação através de linguagens diferentes, promovendo debates, mesas-redondas, oficinas e demais ações em Manaus como um negócio social. O negócio social é aquele que gera faturamento, mas que este deve ser totalmente reinvestido na organização. O conceito foi desenvolvido pelo Nobel da Paz Muhammad Yunus, fundador do Grameen Bank.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui