Governo suspende cobrança de Direitos Autorais no audiovisual

0
247

A secretaria especial de Cultura, que virou sub-pasta do Ministério da Mistério da Cidadania, suspendeu para três entidades representativas a cobrança da taxa de Direitos Autorais direcionados aos atores, diretores e roteiristas em trabalhos audiovisuais.

Estão suspensas a Gedar (Gestão de Direitos de Autores e Roteiristas), a DBCA (Diretores Brasileiros de Cinema e Audiovisual) e InterArtis, entidade que representa os intérpretes, cuja presidente é a atriz Glória Pires.

A decisão de conceder taxa de Direitos Autorais tinha sido tomada há um ano e meio, as emissoras de televisão e salas de cinema entraram com recurso para recorrer da decisão,  que foi acata pela pasta.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui