Polo de Informática do AM será preservado, diz Bolsonaro sobre PPBs

0
400
Reunião também contou com a participação do superintendente da Suframa, Alfredo Menezes. Foto: Divulgação

Em uma reunião com o presidente Jair Bolsonaro, em Brasília (DF), no fim da tarde de quinta-feira (11), no Palácio do Planalto, o governador Wilson Lima obteve a promessa de preservação do Polo de Informática do Amazonas. Nesta semana, o Ministério da Economia abriu uma consulta pública para alterar o Processo Produtivo Básico (PPB) no setor, o que ameaça diretamente a Zona Franca de Manaus.

A consulta pública para alteração do PPB foi publicada no Diário Oficial da União (DOU), no dia 9 de abril. Segundo o governador, a execução das diretrizes e parâmetros apresentados “atinge frontalmente” o polo de componentes no estado, ameaçando 4 mil empregos diretos.

Reunião também contou com a participação do superintendente da Suframa, Alfredo Menezes. Foto: Divulgação

“Há duas leis de informática: uma para o Estado do Amazonas, levando em consideração a excepcionalidade que é a Zona Franca de Manaus, e outra para o restante do Brasil”, reforçou Wilson Lima.

De acordo com ele, técnicos do Governo do Amazonas e do Ministério da Economia irão se reunir para encontrar soluções para não prejudicar o Estado. Wilson Lima disse ainda que saiu otimista da reunião, porque o presidente se mostrou receptivo a encontrar soluções para a proteção da Zona Franca de Manaus.

“Entendendo a contrapartida que as empresas do Polo de concentrados vão dar, de forma mais efetiva, para a contribuição do desenvolvimento regional, ficou acordado acordado que, nos próximos 30 ou 40 dias, um estudo deve ser apresentado para o polo de concentrados”, completou o governador.