Líderes comunitários relatam problemas sociais na Região Metropolitana de Manaus

0
416

As demandas sociais identificadas pelos líderes comunitários de municípios como Iranduba e Manacapuru foram relatadas nesta quinta-feira (11) durante uma ação da Controladora-Geral do Estado (CGE). A ação se chama Ouvidoria Itinerante e existe para intermediar soluções junto ás secretariais responsáveis por cada uma das queixas apresentadas.

Os elevados índice de criminalidade e a falta de oportunidade de emprego foram relatados em Iranduba (a 37 quilômetros de Manaus), o primeiro município a receber a visita da equipe. A reunião aconteceu no Centro de Referência de Assistência Social (Cras).

O Subcontrolador-Geral de Ouvidoria, Rogério de Sá Nogueira, explicou que a CGE concentra esforços em aproximar o Governo do Estado do cidadão e ressalta que a CGE cobrará providências de cada órgão quanto ao que for demandado.

“O trabalho de escuta nos municípios servirá para subsidiar o planejamento governamental para os próximos anos. Nosso próximo passo será a análise e encaminhamento aos órgãos estaduais para que possam resolver o que foi registrado”, informou.

Manacapuru

Na sede do Sindicato dos Produtores Rurais os representantes de associações, entidades e lideranças comunitárias pediram melhorias nas estruturas portuária e rodoviária. Além disso também foi solicitado reforço às áreas da saúde e da segurança, construção de escola agrotécnica e criação de cursos voltados à produção agrícola e regularização fundiária.

Para o presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Manacapuru, Ricardo Ferreira do Nascimento, a reunião é importante para estabelecer as prioridades.

“É importante que o Governo do Estado conheça a realidade do nosso município. É a primeira vez que recebemos uma equipe disposta a ouvir e ajudar o município apresentando nossas demandas. Acreditamos que seremos atendidos”, disse Ricardo.