Wilson Lima anuncia projetos para setor primário em Rio Preto da Eva

0
340

Uma série de medidas para alavancar o setor primário de Rio Preto da Eva, a 57 km de Manaus, foi anunciada neste fim de semana pelo governador Wilson Lima. Entre elas, está a implantação de um Distrito Agroindustrial, bem como projetos para impulsionar a piscicultura no município.

Wilson Lima esteve na cidade para cumprir agenda alusiva aos 37 anos do município. A agenda incluiu visitas a obras e encontro com piscicultores, que participaram da 3ª Feira da Piscicultura e Agronegócios do cidade.

“A Zona Franca de Manaus é intocável, é um patrimônio nosso, mas eu tenho o desafio de diversificar as alternativas econômicas. E nenhuma região se desenvolve sem passar pelas atividades do setor primário”, disse o governador, em visita a Rio Preto.

Piscicultura

A piscicultura é terceira atividade mais rentável para Rio Preto da Eva, atrás somente da exploração de banana e da laranja. Em 2018, o município produziu mais de 16 mil toneladas de pescado, do total de 22 mil produzido em todo o estado.

Para impulsionar a atividade, Lima anunciou a implementação do projeto “pró-ração” para que o município se torne referência em piscicultura no Brasil.

O secretário Petrúcio Pereira de Magalhães Junior, da Secretaria de Estado da Produção Rural (Sepror), comunicou que a pasta vai focar na profissionalização de piscicultores, com capacitação e orientação técnica necessária. Licenciamentos ambientais para expansão das atividades em Rio Preto estão sendo tratados junto ao Ipaam, segundo ele.

Distrito Agroindustrial

Outra medida para alavancar o setor primário é a consolidação do Distrito Agroindustrial de Rio Preto da Eva, que já está em tratativas junto à Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), segundo o governador. A estimativa é que as primeiras empresas comecem a ser instaladas na cidade em seis meses.

Durante a visita de Wilson, também foram entregues um posto de atendimento da Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam) e o escritório reformado do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam).