Dormitório no Ninho do Urubu não tinha licença para funcionar

0
430

Segunda a nota oficial da Prefeitura do Rio a área do Ninho do Urubu em que estavam alojados os atletas do Flamengo mortos no incêndio desta sexta-feira (8) não tinha autorização da administração pública para funcionar como dormitório. As informações são do Jornal O Globo.

O Clube afirmou que não vai se manifestar no momento. Fontes ligadas ao clube, porém, dizem que os contêineres estavam lá desde 2015 e que não se tratam de uma edificação, e sim de estrutura temporária.

Dez pessoas morreram no incêndio que atingiu o Ninho do Urubu. Inicialmente, espalhou-se o rumor de que funcionários do clube estavam entre as vítimas. Mas, até o momento, só foram confirmadas as mortes de atletas da base rubro-negra.