Supremo manda exonerar 10 mil servidores temporários do Amazonas

0
221
Presidente do STF - Luiz Fux (Foto: Divulgação)

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, em votação virtual, dessa quarta-feira (15), pela demissão de 10 mil servidores do Amazonas. Os funcionários são do regime especial e admitidos como temporários. O emprego deles estava amparado em lei estadual do ano 2000.

De acordo com a decisão da maioria dos ministros, as demissões ocorrerão no Governo do Estado, na Assembleia Legislativa (ALE-AM), Tribunal de Contas (TCE-AM) e Ministério Público (MP-AM).

A decisão saiu quarta-feira, quando o Supremo negou um recurso da ALE-AM e do Governo do Amazonas que tentavam impedir a demissão desses servidores.

Governo e ALE-AM tentavam derrubar decisão do Tribunal de Justiça (TJ-AM) que, em 2011, determinou que esses servidores fossem exonerados.

Na decisão, o STF determina que “a baixa imediata dos autos, independentemente da publicação do acórdão, nos termos do voto do relator”.

Isso quer dizer que a demissão deve ser cumprida de imediato.

Leia mais:
EUA, Reino Unido e Austrália anunciam novo pacto para conter a China

Saullo Vianna envia requerimentos solicitando melhorias para Itacoatiara
PT não deve ter candidato ao Governo do Amazonas em 2022

Mais informações. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui