MP pede exoneração de servidores da Prefeitura de Itapiranga por nepotismo

0
275
(Foto: Reprodução)

O Ministério Público do Amazonas (MPAM) recomendou a exoneração de 35 servidores de cargos comissionados e funções gratificadas na Prefeitura de Itapiranga e Câmara Municipal por suspeita de nepotismo.

A medida, publicada no Diário Oficial do MP-AM desta terça-feira(27), deve ser adotada em até 30 dias. Conforme o promotor de Justiça, Daniel Menezes, a prefeitura e a câmara devem enviar as cópias dos atos de exoneração dos servidores após o fim do prazo. Caso isto não ocorra, o Executivo Municipal será penalizado com ações judiciais por improbidade administrativa.

Embora o promotor não explique o parentesco entre os servidores mencionados e os órgãos citados, ele solicita que a prefeita Denise Lima (PP) e o presidente da Câmara, Francisco de Assis da Mata (PP), evitem contratar seus familiares e parentes de diretores de órgãos da prefeitura e demais cargos de chefia ou assessoria.

No lugar dos exonerados, a prefeitura deve nomear candidatos aprovados em concurso público. E no ato da nomeação, eles devem declarar por escrito que não possuem parentesco nenhuma com os políticos do município.

A Prefeitura de Itapiranga não se manifestou sobre a recomendação ou se pretende recorrer. Confira a lista de servidores que devem ser exonerados, conforme o pedido do MP-AM:

(Foto: Diário/Reprodução)

Leia mais:
Prefeito de Apuí vai gastar mais de R$ 2 milhões com ‘material de expediente’
MPAM ajuíza ação para obrigar Prefeitura de Lábrea a concluir creches
Prefeitura de Manaquiri vai desembolsar R$ 1,3 milhão para reforma de secretaria

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui