Deputada solicita inclusão de profissionais da educação na vacinação

0
120
(Foto: assessoria/Aleam)

A deputada estadual Therezinha Ruiz (PSDB) apresentou um requerimento na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) em que pede a inclusão dos profissionais da área da educação na primeira etapa da vacinação contra a Covid-19 no estado. O plano operacional da campanha de imunização do Governo prevê, inicialmente, a vacinação apenas dos profissionais da saúde, da população indígena, dos idosos acima de 60 anos residentes em asilos, e de pessoas com mais de 75 anos.

Na opinião da deputada, os servidores da educação também precisam ser incluídos nesta etapa com urgência, pelo trabalho desempenhado nas escolas, seja realizando matrículas, entregando cartão da merenda escolar, planejando as ações do ano letivo ou preparando as unidades escolares para receber os alunos, tanto nas unidades da capital quanto nas do interior do Amazonas.

“Neste momento em que o Amazonas vive a segunda onda crítica, devido ao aumento do número de casos de coronavírus, com os hospitais da rede pública e privada lotados, precisamos garantir a imunização dos trabalhadores da educação, que continuam em atividade presencial”, argumenta a parlamentar.

No documento enviado ao governador Wilson Lima (PSC), Therezinha destaca que os professores da educação básica e superior e demais servidores da educação, vem sendo vítimas do novo coronavírus e sofrem com as sequelas da doença, conforme informações de representantes sindicais da categoria. “Educação é um direito fundamental, e não podemos garantir o ensino sem os educadores e demais servidores da área, que desenvolvem dinâmicas de interação entre as pessoas dentro das unidades educacionais. Portanto se faz necessária a inclusão de todos esses profissionais no cronograma prioritário da vacinação contra a Covid-19”, destacou a deputada.

A nível nacional, tramita no Congresso Nacional o Projeto de Lei 5340/20, que estabelece a inclusão dos profissionais da educação no grupo de prioridade para receber o imunizante. A proposta é de autoria da deputada federal Tabata Amaral (PDT) e altera a lei que estabeleceu medidas para enfrentar o novo coronavírus (Lei 13.979/20) no país.

Doses destinadas ao Amazonas

O Governo do Amazonas informou ter recebido 282 mil doses do Ministério da Saúde. De acordo com nota enviada pela Secretaria de Estado de Comunicação (Secom), as 50 mil doses direcionadas pelo Governo de São Paulo, que farão o Estado chegar a 332 mil doses no total, ainda não chegaram à capital amazonense.

Leia mais:
Saullo Vianna propõe repasse emergencial aos municípios do interior
Auxílio emergencial deve ser mantido no AM, exige Defensoria Pública
Vacina: Joana Darc defende prioridade à pessoas com deficiência

Por Cíntia Ferreira, do Portal Projeta

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui