Violência contra candidatos teve crescimento em 2020, aponta TSE

0
155
Violência contra candidatos teve crescimento em 2020, aponta TSE
(Foto: reprodução/ Agencia Brasil)

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) registrou um crescimento nos casos de violência contra candidatos nas eleições deste ano. O levantamento aponta um aumento de 263 casos de lesão corporal, ameaça, tentativa ou consumação de homicídio contra candidatos nos últimos dois meses.

De acordo com informações do estudo do TSE, nas eleições de 2016 e 2018, foram 46 casos registrados de vítimas de atentados. Ainda, segundo o levantamento, 83% das ocorrências aconteceram em municípios com menos de 200 mil eleitores. 

O presidente do TSE, Luís Roberto Barroso, ressaltou e criticou o aumento da violência contra as mulheres candidatas e disse que a violência é incompatível com a democracia. “Há uma violência que merece destaque aqui, que é a violência de gênero. Os ataques físicos ou morais às mulheres que são candidatas. Esse tipo de agressão é mais do que machismo, é covardia. Nós precisamos de mais mulheres na política e precisamos enfrentar essa cultura do atraso, da discriminação, do preconceito e da desqualificação”, ressaltou.

Para o senador Fabiano Contarato (Rede) esse é um problema que exige ações conjuntas. “Essa violência é uma prova de que a nossa democracia segue ameaçada pela insegurança e pelo medo. À ameaça latente à vida e à integridade física enfraquece o processo eleitoral e desestimula candidaturas. É um problema que exige ações conjuntas”, opinou.

Leia mais:
David Almeida denuncia ameaças a familiares no Morro
TSE aprova tropas federais para o segundo turno em Manaus
Mulheres zeradas de voto no dia 15 abrem suspeita de novo laranjal

Por Cíntia Ferreira, do Portal Projeta

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui