Metade dos municípios do AM abandonou boletim diário do coronavírus

0
144
No balanço do coronavírus (covid-19) no fim de semana, metade dos 61 prefeitos do interior do Amazonas deixou de prestar informações para produção do boletim diário.
Foto: Ilustração

No balanço do coronavírus (covid-19) no fim de semana, metade dos 61 prefeitos do interior do Amazonas deixou de prestar informações para produção do boletim diário. Além disso, desse grupo, dez chegaram a não repassar dados de contaminações e mortes durante os dois dias seguidos. Por causa disso, de 24 para 25 a queda do índice de novos contaminados caiu mais da metade.

Enquanto isso, crescem as aglomerações nos municípios, principalmente causadas pelas campanhas de alguns dos prefeitos em busca de reeleição. Por exemplo, em Manacapuru (foto), o primeiro em número de mortes no interior.

O prefeito de Lábrea, Gean Barros (MDB), um dos que falham com os dados do coronavírus, veio a público neste final de semana. Conforme nota que divulgou no sábado, testes apontaram seu contágio. Embora pertença ao grupo de risco da doença, ele disse estar bem.

Dessa forma, diante dessa falha de transparência das prefeituras, o boletim da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS) não consegue representar, completamente, o real cenário da epidemia no Amazonas.

Como resultado, só com as informações da capital e de 30 municípios, o quadro no fim de semana ficou assim:

  • Novas contaminações …………………..  779  (sáb) ….    349 (dom)
  • Mortes …………….……………….…………….       7 (sáb) ….       13 (dom)
  • Internações (total) …………,….………….. 395 (sáb) ….    397 (dom)

Ocupação de leitos e mortes

Sobre as internações, de sábado para domingo o número de pacientes em leitos de UTI aumentou dez casos. De acordo com a FVS, era 118 no sábado e passou a 128 até às 10h do dia 25.

Quanto aos óbitos, a FVS afirmou que foram quatro casos de sexta para sábado e mais nove até a manhã do domingo. Os demais registros, portanto, são de vítimas do coronavírus de datas anteriores, só agora confirmados em exames laboratoriais.

Dessa maneira, apesar da falta de informações crescente dos municípios, o Amazonas chegou a 157,4 mil casos confirmados de contágios. Sobre os mortos pela doença, conforme o boletim, o número atualizado até este dia 25 aponta 4.446 vítimas. E a maior parte (2.825) são de moradores de Manaus.

Contudo, há nessa conta casos de pessoas que foram levadas dos municípios para a capital, e lá faleceram. Por exemplo, houve dois casos de mortes atribuídos aos números de Manaus que, na verdade, eram de Itacoatiara e Codajás.

Transparência ferida

Confira os municípios cujos prefeitos estão em dívida com a transparência das informações do coronavírus, sobretudo do dia 23 para 25. E, além disso, essas falhas não isentam as que possam ter sido cometidas anteriormente com o boletim da FVS:

  1. Anori;
  2. Apuí;
  3. Anamã;
  4. Atalaia do Norte;
  5. Barcelos;
  6. Benjamin Constant;
  7. Beruri;
  8. Canutama;
  9. Carauari;
  10. Careiro da Várzea
  11. Coari;
  12. Codajás;
  13. Eirunepé;
  14. Juruá;
  15. Jutaí;
  16. Lábrea;
  17. Maués;
  18. Manaquiri;
  19. Manacapuru;
  20. Nhamundá;
  21. Novo Aripuanã;
  22. Santa Isabel do Rio Negro;
  23. São Gabriel da Cachoeira;
  24. São Paulo de Olivença;
  25. São Sebastião do Uatumã;
  26. Santo Antônio do Içá;
  27. Tabatinga;
  28. Tapauá;
  29. Tonantins;
  30. Uarini; e
  31. Urucurituba

Leia mais:
Testagem para Covid-19 atinge 11 mil profissionais de educação
Chuvas em Manaus favorecem vírus e podem ser confundidos com Covid
Carla Zambelli apresenta projeto contra vacinação obrigatória para a Covid

Com informações do Portal BNC*

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui