Chuvas em Manaus favorecem vírus e podem ser confundidos com Covid

0
176
O uso de máscara é decisivo para prevenir contra doenças respiratórias (Foto: Mário Oliveira/Semcom)

Com o início do período de chuvas em Manaus, neste mês de outubro, a tendência é aumentar a circulação de vírus respiratórios. O início da sazonalidade de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) se dá a partir da ocorrência de chuvas, diz Rosemary Pinto, diretora-presidente da FVS (Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas).

“Nos próximos meses, nós certamente teremos o aumento da circulação desses vírus que coexistirão com o novo coronavírus. Em função disso, nós estamos ampliando o escopo de diagnósticos desses vírus respiratórios”, afirmou Rosemary, ao anunciar a ampliação da estrutura do Lacen (Laboratório Central de Saúde Pública) que terá capacidade de diagnosticar 21 tipos de vírus.

Rosemary Pinto afirma que os vírus respiratórios continuam circulando no estado e podem ser confundidos com Covid-19 por causarem no organismo humano os mesmos sintomas iniciais que a infecção pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2).

A SRAG é causada por diferentes vírus respiratórios como Metapneumovírus, Vírus Sincicial Respiratório (VSR), Adenovírus, Influenza A (H1N1) e Influenza B. Outros agentes causam impacto e influenciam também no aumento dos casos da doença, como a bactéria Streptococcus pneumoniae, principal causadora da pneumonia bacteriana, e Mycobacterium tuberculosis, o Bacilo de Koch, que causa a tuberculose.

Em setembro, foram registrados 1.402 hospitalizações por SRAG no estado, sendo 1.088 por Covid-19 e outros 314 por outros agentes. Em outubro, até a última terça-feira, 13, foram 397 hospitalizações por SRAG, sendo 264 por covid-19 e 133 por SRAG causadas por outros agentes. Os dados são do Sistema de Informação de Vigilância Epidemiológica da Gripe, do Ministério da Saúde.

Sintomas e prevenção

A SRAG é uma complicação da Síndrome Gripal (SG). A SG é caracterizada por, pelo menos, dois dos seguintes sinais e sintomas: febre (temperatura maior que 37,8 ºC) ou sensação febril, calafrios, dor de garganta, tosse, nariz escorrendo (coriza) a alterações no olfato ou no paladar.

Já a SRAG é caracterizada pelos sintomas da Síndrome Gripal (SG) associados a, pelo menos, um dos seguintes sintomas: falta de ar ou desconforto para respirar, sensação de pressão no peito e saturação de oxigênio abaixo de 95%.

As medidas de prevenção enfatizadas para enfrentar a Covid-19 também protegem contra outras doenças, como tuberculose e pneumonia bacteriana. A recomendação da FVS é que sejam mantidos os hábitos de uso de máscara de proteção respiratória, distanciamento social e higiene pessoal e de ambientes.

Leia mais:
Covid-19: 2ª vez mais grave levanta questões sobre imunidade
Covid-19: Uma em cada 10 pessoas pode ter contraído doença
Covid-19 não será aceita como desculpa para deixar de votar

Com informações do Portal Amazonas Atual*

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui