O que propõem os candidatos de Manaus para a Educação?

0
300
(Foto: Divulgação/Prefeitura de Manaus)

O Portal Projeta traz hoje as principais propostas para a Educação dos candidatos que concorrem as eleições majoritárias em Manaus. O levantamento foi feito pelo portal de notícias G1, com base no plano de governo de cada político, anexado à ficha do DivulgaCand, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). No geral, os candidatos da capital amazonense priorizam tecnologia e condições melhores aos professores.

Os onze candidatos que concorrem a vaga de Prefeito da capital amazonense são: Amazonino Mendes (Podemos), David Almeida (Avante), Ricardo Nicolau (PSD), José Ricardo (PT), Alberto Neto (Republicanos), Chico Preto (DC), Alfredo Nascimento (PL), Marcelo Amil (PCdoB), Coronel Menezes (Patriotas), Romero Reis (Novo) e Gilberto Vasconcelos (PSTU).

Confira as propostas dos candidatos para a Educação, por ordem alfabética:

Alfredo Nascimento (PL)

O plano de governo de Alfredo Nascimento propõe a valorização dos profissionais de educação; melhoria na qualidade de ensino; fornecimento de fardamento e material escolar para todos os alunos; a qualificação permanente para professores, com parcerias com a UFAM e a UEA para cursos de pós-graduação e qualificação da classe; e a universalização da escola, com ajuda da tecnologia.

Amazonino Mendes (Podemos)

O plano de governo de Amazonino Mendes propõe criar o programa Bolsa Infantil e uma ampliação da oferta de atendimento em creches para famílias em vulnerabilidade social; treinamento para professores; dotar escolas de equipamentos tecnológicos; implantar os programas Saúde na Escola e Escola Segura; e dotar ainda a rede pública para cumprir metas nacionais de avaliação escolar.

Capitão Alberto Neto (Republicanos)

O plano de governo do Capitão Alberto Neto propõe implantação das escolas cívico-militares na rede municipal de ensino; gestão eficaz dos recursos voltados à educação; valorização e qualificação dos profissionais da educação; ampliação do uso da tecnologia na rede municipal; e a estruturação de uma política de educação para a primeira infância.

Coronel Menezes (Patriotas)

O plano de governo do Coronel Menezes propõe colocar em funcionamento nove creches, 6 CIMES e 1 EMEF; chamamento para aquisição de vagas na educação para alunos de 4 e 5 anos; regularização de escolas indígenas; criação de espaços para crianças imigrantes; construção de um Centro de Atendimento para crianças com necessidades especiais na Zona Norte; reforma de escolas; otimização do transporte escolar; revisão do plano de cargos, carreiras e remuneração; pagamento de 14º e 15º salário de acordo com as metas educacionais atingidas; implantação de quatro escolas cívico-militares; realização de um processo seletivo e concurso público para contratação de professores de matemáticas e ciências, além de um concurso para técnicos da área administrativa e pedagogos, dentre outras propostas.

David Almeida (Avante)

O plano de governo de David Almeida propõe reforçar os projetos de capacitação de docentes e técnicos e implantar o projeto de formação continuada de docentes; orientar a gestão da educação para resultados e soluções de problemas; criação do portal de transparência do FUNDEB; promover benchmark entre as escolas municipais; aderir ao programa nacional das escolas cívico-militares para estudantes do ensino fundamental II; desenvolver projetos piloto: de “atuação profissional de Assistentes Sociais e Psicólogos no processo de aprendizagem das escolas públicas”, de equoterapia para alunos portadores de necessidades especiais, ensino de libras, e educação ambiental e horta na escola; implantar o projeto “Família na escola”; tornar a escola um espaço aberto para à comunidade; desenvolver o programa de pavimentação de acessos às escolas rurais; elaborar o estudo de ampliação de vagas em creches e pré-escolas, dentre outras propostas.

Gilberto Vasconcelos (PSTU)

O plano de governo de Gilberto Vasconcelos promete vagas para todas as crianças em creches; acabar com o processo de privatização continuada da educação; acabar com toda gestão privada de escolas, creches, e as fundações privadas; garantir democracia nas escolas para que os professores, os alunos possam se organizar e debater todos os temas com liberdade; envolver os pais e a comunidade para debater e decidir, em nível municipal, o projeto pedagógico, a gestão pública da mesma e eleger diretamente a direção das escolas, dentre outras propostas.

Marcelo Amil (PC do B)

O plano de governo de Marcelo Amil propõe a valorização do servidor, assegurando a progressão horizontal dos profissionais da educação e a realização de concurso público para provimento dos cargos necessários; convênio com grandes universidades mundiais; criação da Universidade Municipal de Manaus, que oferecerá cursos superiores 100% gratuitos, em modalidade EAD; internet gratuita e de qualidade em praças e espaços públicos da cidade; e a recriação da Secretaria Municipal de Juventude.

Ricardo Nicolau (PSD)

O plano de governo de Ricardo Nicolau propõe rever e atualizar Plano Municipal de Educação Básica; rever plano de cargos e carreiras e remuneração; pagamento de 14º e 15º salários a profissionais da educação mediante de cumprimento de metas pré-definidas; construir complexos escolares da creche ao 9º ano do Ensino Fundamental; construir creches e ampliar número de vagas em creches municipais; reavaliar plano pedagógico; implementar aulas de reforço; criar programas de reforço para estudantes em horários intermediários; implementar biblioteca digital; aproveitar espaços físicos das escolas no período noturno para cursos de nível superior à distância e semipresenciais, técnico e profissionalizantes; adaptar alguns colégios municipais em Colégios Militares; garantir fardamento e kit escolar para alunos; facilitar acesso a escolas da zona rural; dentre outras propostas.

Romero Reis (Partido Novo)

O plano de governo de Romero Reis propõe a implantação do programa Manaus Cidade Digital, que deverá disponibilizar a matrícula digital a 80% da rede pública; qualificação dos professores; revisão do plano de carreira e salário; rede de creches que possa atender 100% das crianças de 0 a 3 anos; criar projeto de efetiva participação de pais e responsáveis nas atividades escolares; gestão com meritocracia; merenda escolar de qualidade; projeto horta nas escolas; e pólo EAD.

Zé Ricardo (PT)

No plano de governo de Zé Ricardo, as propostas da educação são colocadas junto da área da saúde, desenvolvimento e inclusão social, e são direcionadas para as mulheres, juventude, habitação popular, esportes e atividades físicas, cultura, lazer, povos indígenas em Manaus, cuidados com as pessoas idosas, LGBTQIA +, pessoas com deficiência, negros e negras, crianças e adolescentes e assistência social.

Leia mais:
Guia das eleições 2020: regras e informações
Whatsapp não poderá realizar disparos em massa
O que propõem os candidatos de Manaus para a saúde

Por Cíntia Ferreira, do Portal Projeta*
*Com informações no levantamento do G1/Amazonas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui