Justiça suspende autorização para casamentos em praias e balneários de Manaus

0
150
Casamentos já agendados deverão ser remarcados (Foto: Divulgação)

A autorização para casamentos em locais como praias, flutuantes e balneários em Manaus está suspensa. A decisão é da Corregedoria-Geral de Justiça do Amazonas. Os cartórios, portanto, não podem autorizar os eventos matrimoniais.

Casais com celebrações marcadas nestas localidades devem entrar em contato com os cartórios para que sejam feitos novamente os agendamentos ou solicitações de remarcação de datas, horários e locais de realizações dos casamentos civis.

O comunicado é da Anoreg (Associação dos Notários e Registradores do Estado do Amazonas). Confira a nota na íntegra.

NOTA OFICIAL

A Associação dos Notários e Registradores do Estado do Amazonas – Anoreg/AM comunica que, nesta sexta-feira (25), a Corregedoria-Geral da Justiça do Amazonas, órgão responsável pela fiscalização e normatização dos serviços dos cartórios no estado, publicou o Provimento nº 376/2020, que suspende a autorização de casamentos civis em praias, flutuantes, balneários e bares no estado.

A norma visa cumprir orientações do governador do estado, Wilson Lima, publicadas no Decreto Estadual nº 42.794/2020, que dispõe sobre medidas complementares para enfrentamento da situação de emergência na saúde pública, no âmbito do território estadual.

Nesse sentido, casais com celebrações marcadas nestas localidades devem entrar em contato com os cartórios para que sejam feitos novamente os agendamentos ou solicitações de remarcação de datas, horários e locais de realizações dos casamentos civis.

Leia mais:
Ministério da Saúde planeja Dia D contra covid com festival de cloroquina
Wilson Lima anuncia volta às aulas presenciais do Ensino Fundamental
Pobres gastaram mais que os ricos na pandemia no Amazonas

Com informações do Portal Amazonas Atual*

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui