China acusa Brasil de exportar frango com coronavírus

0
262
Frango que testou positivo para Covid-19 foi produzido pela empresa Aurora

A China está acusando a presença do novo coronavírus em asas de frango exportadas pelo Brasil que testaram positivo para o coronavírus. O governo da cidade chinesa de Shenzhen identificou, nesta quinta-feira (13), uma fábrica da Aurora Alimentos em Santa Catarina como origem dessas aves contaminadas.

No mês de julho, a China já havia bloqueado importações de seis frigoríficos brasileiros por preocupações sobre o coronavírus em meio a notícias de milhares de casos da doença entre trabalhadores da indústria.

A empresa Aurora é a terceira maior do Brasil em processamento e exportação de carne de frango e suína. A companhia ainda não se manifestou sobre o caso. Procurado, o Ministério da Agricultura do Brasil disse que ainda não foi notificado oficialmente pela China sobre a detecção de coronavírus em embalagens de asa de frango importadas pelo país.

Vírus não resiste ao cozimento dos alimentos

Embora ainda existam dúvidas sobre certos comportamentos do vírus, que é novo para a comunidade científica, o coronavírus não resistiria às temperaturas normalmente utilizadas para cozimento dos alimentos (em torno de 70ºC).

OMS minimizou risco de contaminação por alimentos

Nesta quinta, a OMS minimizou o risco de o coronavírus ser transmitido através de embalagens de alimentos, e pediu às pessoas que não tenham medo de que o vírus entre na cadeia alimentar. “As pessoas não devem temer alimentos, embalagens de alimentos ou entrega de alimentos”, disse o chefe do programa de emergências da OMS, Mike Ryan, em entrevista coletiva.

Leia mais:
China tem maior número de novos casos de coronavírus desde março
Novo vírus com ‘potencial pandêmico’ é encontrado na China
Equipe da OMS vai à China investigar origem do coronavírus

Por Cíntia Ferreira, do Portal Projeta

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui