Prefeito de Manaus segue em SP sem previsão de alta

0
107
Foto: Divulgação/Semcom

Internado com covid-19 no hospital Sírio Libanês, em São Paulo, o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto (PSDB) segue sem previsão de alta, mas apresenta quadro estável, segundo boletim médico divulgado pela prefeitura neste domingo (12).

Após testar positivo para a doença no dia 29 de junho, ele havia sido internado, inicialmente, em uma enfermaria no Hospital Adventista de Manaus, e depois em Unidade de Terapia Intensiva (UTI), com 25% dos pulmões comprometidos, mas por vontade própria, foi transferido para São Paulo, no dia 6 de julho. A esposa dele, Elisabeth Valeiko Ribeiro também testou positivo para o novo coronavírus.

Por meio de nota, a Prefeitura de Manaus informou, neste domingo, que o prefeito continua em tratamento da Covid-19 e que “ele tem apresentado uma recuperação expressiva, porém ainda não há previsão de alta”.

“O prefeito Arthur Virgílio Neto continua em tratamento da Covid-19 no hospital Sírio Libanês, em São Paulo. Conforme boletim médico emitido neste domingo, 12/7, ele tem apresentado uma recuperação expressiva, porém ainda não há previsão de alta. Arthur decidiu concluir exames na capital paulista para também realizar acompanhamento de cirurgia realizada há alguns anos para retirada de câncer prostático”, diz a nota.

De dentro do hospital, no dia 8 de julho, Arthur postou um vídeo em suas redes sociais onde chama a doença de “traiçoeira”, mas tranquiliza sobre seu caso ao afirmar que “o pior já passou”.

“Uma advertência: ninguém brinque com a Covid-19. É uma doença traiçoeira, imprevisível e que precisa ser mais estudada para ser melhor enfrentada”, disse no vídeo.

Covid-19 em Manaus

A pandemia do novo coronavírus ocasionou o colapso no sistema público de saúde, entre os meses de abril e maio. No mês de junho, o número de mortes na capital amazonense, que ficou 108% acima da média histórica, já se aproxima do que era registrado antes da pandemia, com redução que chega a 60%.

De acordo com o último boletim da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), Manaus concentra mais de 30,1 mil casos confirmados da doença, cerca de 36,2% do total no estado, que já ultrapassa 83,2 mil. O número de mortes por Covid-19 na capital é de 1.891.

Leia mais:
100% das unidades hospitalares do interior do AM já têm respiradores
Governo do Amazonas determina retomada de transporte fluvial no Amazonas
5 medidas para proteger indígenas da Covid-19

Com informações do G1*

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui