Quase metade da população poderá sofrer transtorno mental na pandemia

0
90
(Foto: reprodução)

Muito tem se falado sobre a saúde emocional e psicológica em meio a pandemia do novo coronavírus. Recentemente a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) divulgou um dado preocupante: um terço da população pode vir a sofrer alguma manifestação de transtornos psicológicos neste período, se não tiverem acesso a cuidados específicos.

A informação foi divulgada pela Fiocruz na cartilha Saúde Mental e Atenção Psicossocial na Pandemia Covid-19. O levantamento ressalta que estados de alerta, preocupação, confusão e sensação de falta de controle são reações normais em uma situação tão atípica. O momento exige acolhimento de novos temores, readequação de planos, novas formas de viver a coletividade e esforços diferenciados para manutenção de laços de afeto.

A Organização Mundial da Saúde (OMS), inclusive, já divulgou um guia com cuidados para saúde mental durante pandemia, como enfrentar consequências psicológicas e mentais do novo coronavírus. Segundo a organização, a doença tem gerado estresse na população afetada pelo risco de contaminação, incerteza, isolamento social e desemprego entre outros motivos. O guia divulgado pela OMS contempla profissionais de saúde, crianças e idosos, líderes de equipes e pessoas em quarentena.

A Agência Senado também divulgou na semana passada que a palavra mais procurada no Google durante a pandemia foi “insônia” e que tem aumentado a procura por medicamentos para transtornos do sono em farmácias e drogarias do país.

Os especialistas sugerem adotar uma espécie de dieta de notícias para aliviar os sintomas psicológicos. “Não fique constantemente com a televisão ligada ou com as redes sociais abertas. Defina períodos específicos de seu dia para se atualizar sobre os fatos”, indica a psicóloga Ana Maria Rossi, presidente da International Stress Management Association (Isma-BR) em entrevista à Veja.

Leia mais:
Saúde mental pede atenção na pandemia; Governo cria plano de ação
Sobreviventes de coronavírus estão sob risco de ‘estresse pós-traumático’
“Anjos da Saúde” levam conforto em momento de pandemia

Por Cíntia Ferreira, do Portal Projeta

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui