Senado analisa uso obrigatório de máscaras em todo o país

0
125
(Foto: divulgação)

O Senado Federal deve analisar nos próximos dias a proposta de tornar obrigatório o uso de máscaras em todo o país, enquanto durar a pandemia do novo coronavírus. O Projeto de Lei 1.562/2020, que já foi aprovado na Câmara dos Deputados, diz que quem for pego circulando sem a máscara, mesmo que seja artesanal, será multado. 

O projeto é de autoria do deputado federal Pedro Lucas Fernandes (PTB), e estabelece que todos façam o uso de máscaras de proteção individual para circulação em espaços públicos e privados acessíveis ao público, em vias públicas e em transportes públicos, na forma estabelecida pelo Poder Executivo.

A propositura também determina que os estabelecimentos autorizados a funcionar durante a pandemia da Covid-19 são obrigados a fornecer a seus funcionários e colaboradores máscaras de proteção individual, ainda que de fabricação artesanal, e outros equipamentos de proteção quando o estabelecimento funcionar com atendimento ao público. O descumprimento desta obrigação acarretará em multa de até R$ 300,00 por funcionário ou colaborador, que será aplicada em dobro nos casos de reincidência. 

A obrigação está dispensada em apenas alguns casos específicos como: pessoas com transtorno do espectro autista, com deficiência intelectual, com deficiências sensoriais ou com quaisquer outras deficiências que as impeçam de fazer o uso adequado de máscara de proteção facial, conforme declaração médica, que poderá ser obtida por meio digital, bem como no caso de crianças com menos de 3 anos de idade. 

O texto do projeto estabelece, ainda, que o poder público poderá fornecer máscaras de proteção individual às populações vulneráveis economicamente. 

Acesse o projeto aqui

Leia mais:
Prefeito assina decreto que determina uso de máscaras em Manaus
Ministério amplia indicação de máscaras e recomenda a produção caseira
Sistema prisional do AM irá confeccionar máscaras de proteção

Por Cíntia Ferreira, do Portal Projeta

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui