Manaus tem atendimento psicológico gratuito para afetados pela pandemia

0
131
Serviços de apoio são realizados pela internet, individualmente ou em grupos, por meio de vídeos e mensagens. Sintomas psíquicos podem ser comuns durante cenário de pandemia (Foto: G1)

Diante da pandemia do novo coronavírus, muitas pessoas se vêem com ansiedade, medo e insônia, que são  os principais sintomas psicológicos desencadeados em situações como essa. Pensando em amenizar os problemas psíquicos das pessoas que sofrem com estes, e outros sintomas, durante o período de distanciamento social, equipes de psicólogos da capital Amazonense têm fornecido atendimento gratuito aos necessitados.

Trabalhando há 13 anos com a linha comportamental cognitiva, a psicóloga Tharzia Brelaz, teve a iniciativa de criar grupos online para tratar a saúde mental como medida de prevenção a problemas referentes à pandemia. O atendimento, que é gratuito e realizado pela internet, pode ser acessado por pacientes com idade a partir de 14 anos. A terapeuta explica que uma mudança de hábitos, de rotina, e a busca por qualidade de vida são fundamentais para evitar o adoecimento. O trabalho da psicóloga é feito em parceria com um educador físico e um nutricionista, que desenvolvem um cronograma de atividades para cada paciente.

De acordo com Tharzia, o atendimento para cada grupo, tem uma duração de 30 dias. Aqueles que apresentam nível de estresse elevado, por causa da situação atual de distanciamento social, são encaminhados para atendimento específico. “Bom sono, atividades físicas e alimentação adequada fazem parte do cronograma que é montado com cada um. Diariamente encaminhamos mensagens e informações sobre a prevenção e além de atendimentos individuais via vídeo chamada”, contou.

Quem tiver interesse em participar de um desses grupos pode se inscrever por meio do link: https://forms.gle/Py9gz8KcyKwtNSDE6. Após o preenchimento, é necessário enviar a mensagem “CONFIRMO PARTICIPAÇÃO” para o WhatsApp (92) 98270-8325.

Acolhimento HUB

O “Acolhimento HUB”, que é um grupo formado voluntariamente por membros psicólogos e profissionais da área da saúde mental, oferece apoio psicológico a quem necessitar, inclusive para empreendedores que estão passando por desafios em seus negócios em meio à crise produzida pelo COVID-19. Esse trabalho conta com o apoio da Fundação Rede Amazônica (FRAM). Os interessados podem entrar em contato pelo telefone (92) 98805-2040, ou pelas redes sociais da Impact Hub Manaus.

UniNorte

A UniNorte oferece atendimento psicológico gratuito para a população, desde o dia 1º de abril. As sessões individuais são realizadas online e para solicitar o serviço, é necessário se cadastrar por meio do formulário online: http://tiny.cc/1bl8lz. Os atendimentos são agendados de segunda a sábado, pelo aplicativo Hangout.

Universidade do Estado do Amazonas (UEA)

A Universidade do Estado do Amazonas (UEA) lançou, no último dia 30, um canal com serviços de atendimentos com médicos, enfermeiros e psicólogos para a população por meio do Chatbot, disponível no aplicativo SASI, que automaticamente direcionará o usuário para a área específica de acordo com o relato do paciente.

Ao todo, de acordo com a universidade, 96 profissionais da saúde, entre médicos, enfermeiros e psicólogos estarão à disposição da população diariamente, das 7h às 19h, pelo Call Center Saúde da UEA para Teleconsultas com a finalidade de esclarecer e orientar os usuários sobre as medidas que devem ser adotadas nesse período de pandemia da COVID-19.

Prefeitura de Manaus

Seguindo as recomendações de isolamento e distanciamento social, o serviço de apoio psicológico prestado pela Prefeitura de Manaus também é realizado por meio de um chat online. O serviço foi criado exclusivamente para atender quem esteja sofrendo com a pandemia. Cerca de 14 profissionais se revezam no atendimento pelo chat, que está disponível pelo site http://covid19.manaus.am.gov.br. O atendimento será inclusive aos feriados, sábado e domingo, das 8h às 16h, e de segunda a sexta-feira, das 7h às 22h.

Leia mais:
Saúde mental pede atenção na pandemia; Governo cria plano de ação
Assembleia cria campanha após aumento da violência contra a mulher

Por Cíntia Ferreira, do Portal Projeta*
*Com informações do G1/Amazonas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui