Vice-governador do Amazonas pede exoneração da Casa Civil

0
241
Carta com pedido foi enviada ao governador Wilson Lima nesta segunda-feira (18) e detalha motivações. (Foto: Secom)

O vice-governador do Amazonas, Carlos Alberto Filho, pediu exoneração do cargo de secretário da Casa Civil do estado nesta segunda-feira (18). Em carta enviada ao governador Wilsonm Lima, Almeida se diz “exaurido” e afirma retirar-se para manter ofício inerente à vice-governadoria. O governador já recebeu a carta.

Carlos assumiu a Casa Civil em março de 2019, após uma reforma administrativa do governador Wilson Lima. Ele ficou no cargo por pouco mais de um ano. Ao longo da carta, de duas páginas, Carlos fala sobre inimigos públicos e seu trablho ao lado de Lima na governaço estado.

“Com toda a dedicação e espírito público, empreguei toda a energia que pude na pasta da Saúde, contudo as convulsões internas de março de 2019 fizeram com que o Senhor me chamasse à Casa Civil, onde o trabalho de reconstrução deveria ser feito, aliado à articulação política”, diz parte da carta.

Ao decorrer do pedido de exoneração, Almeida faz uso de referência à Odisséia de Homero, ao citar o Cila e Caríbdis ao narrar tormentos enfrentados dentro da política. “Não se singra por águas tormentosas sem que se tenha de enfrentar Cila e Caribdes. Em Política não é diferente, e personagens tão ou mais perigosos se encontram em todos os lugares, às vezes, até mesmo dentro nosso próprio barco”.

Carlos Almeida conclui o pedido de exoneração com agradecimento à entrega do cargo por Wilson Lima e se compromete com as responsabilidades ainda enquanto vice-governador do estado.

“Portanto, Senhor Governador, agradecendo-lhe toda a confiança que me foi depositada, afirmo-lhe não seguir pelos atuais rumos, ao passo que lhe comunico minha exoneração da Casa Civil, retirando-me para o ofício inerente à vice governadoria.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui