Caixa suspende Loteria Federal por três meses

0
122
Foto: Reprodução

Em razão de restrições e medidas impostas por governos e municípios no combate ao novo coronavírus, a Caixa Econômica Federal decidiu suspender temporariamente ou adiar alguns jogos de loteria.

Os sorteios das próximas extrações da Loteria Federal foram suspensos pelo prazo de três meses. A medida passou a valer para a extração 5478, que deveria ter sido sorteada no sábado, 21. No entanto, todos os bilhetes já disponibilizados seguem válidos.

O concurso especial da Dupla de Páscoa (concurso 2.270 da Dupla Sena), que seria realizado no dia 11 de abril, foi adiado para 25 de abril. Os recibos das apostas realizadas até o momento e que indicam a antiga data do sorteio são válidos.

Em razão da suspensão dos campeonatos internacionais, nacionais e estaduais de futebol masculino e feminino, os concursos da Loteca também estão suspensos temporariamente.

Os demais concursos das outras modalidades permanecem inalterados.

O próximo concurso final zero (2250) da Mega Sena irá ocorrer nesta quarta-feira, 25. O prêmio está acumulado em R$ 1.819.434,63.

Como jogar

A Caixa afirma que os apostadores têm à disposição diversas formas de registrar seus jogos. “Além das unidades lotéricas, as Loterias Caixa também disponibilizam canais digitais, como o internet banking Caixa, portal e aplicativo Loterias Caixa”.

O acesso do público ao local dos sorteios foi reduzido. O acompanhamento ao vivo pode ser feito pela televisão e pelas redes sociais das Loterias Caixa.

Funcionamento das unidades físicas

Diante do avanço da covid-19, cabe aos empresários lotéricos a decisão de funcionamento de suas unidades durante a crise sanitária provocada pelo novo coronavírus, desde que cumpram as restrições impostas em decretos estaduais e municipais.

A Caixa disse que segue todas as recomendações do Ministério da Saúde, adotando as medidas necessárias para prevenir a disseminação do novo coronavírus. O objetivo é proteger colaboradores, clientes e parceiros.

Leia mais:
Consequências econômicas serão maiores do que 5 ou 7 mil que vão morrer, diz dono do Madero
Remédios devem ficar 4,08% mais caros

Com informações do MSN*

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui