Hospitais do AM são selecionados para projeto que reduz superlotação

0
55
FOTO: Divulgação/Susam

O Amazonas teve três hospitais da rede estadual de saúde selecionados para participar de projeto nacional cujo objetivo é reduzir a superlotação e o tempo de espera em unidades de emergência. O projeto “Lean nas Emergências” é realizado pelo Hospital Sírio-Libanês, em parceria com o Ministério da Saúde. Os nomes de 40 unidades selecionadas para participar do treinamento foram divulgados nesta semana.

No Amazonas, foram selecionados o Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto, o Hospital e Pronto-Socorro João Lúcio e o Hospital e Pronto-Socorro Platão Araújo. Para o secretário de saúde do Amazonas, Rodrigo Tobias, o projeto vai melhorar a gestão e o serviço nessas unidades.

“O projeto visa reduzir a superlotação em urgências e emergências. Vai nos ajudar a melhorar a gestão e a qualidade dos serviços de saúde de especialidade na nossa rede hospitalar”, explicou o titular da Secretaria de Estado de Saúde (Susam).

Entre os resultados conquistados por meio do projeto nas outras unidades que já aplicam a sua metodologia estão a diminuição do tempo de espera no atendimento na emergência e agilidade na busca de leito.

A implantação das medidas propostas pela iniciativa também aumenta a rotatividade de leitos, o engajamento da equipe, a gestão e o reabastecimento de medicamentos.

Projeto – Segundo o Sírio-Libanês, Lean é uma filosofia de gestão voltada à melhoria de processos com base em tempo e valor e foi desenhada para assegurar fluxos contínuos e eliminar desperdícios e atividades de baixo valor agregado. O piloto do projeto foi realizado em 2017, em seis instituições públicas de saúde.

Objetivos do Lean – Redução de superlotação nas unidades de emergência por meio de sistema de gestão que padroniza processos internos; redução do tempo de permanência; maior efetividade e produtividade.

Com informações da Susam*

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui