Deputado denúncia falta de transporte escolar no interior do Amazonas

0
128
Deputado Dermilson Chagas denunciou precariedade no transporte escolar no interior do Amazonas (Foto: Assessoria do deputado)

“Não existe transporte escolar no interior”. Esta fala foi dita com indignação pelo deputado estadual Dermilson Chagas (PP), na tribuna da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), na manhã da última quarta-feira (2). O parlamentar mostrou no plenário vídeos e fotos de dezenas de alunos que vivem nas comunidades de Juruá e Careiro Castanho, sendo transportados por pequenas rabetas de madeira, correndo o risco de se afogarem. O transporte escolar nestas comunidades é administrado pelas prefeituras.

O deputado Dermilson ainda diz que está previsto para Juruá, em recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), cerca de R$ 10 milhões para o transporte escolar. “Olha as condições dessas crianças, correndo risco devido à falta de compromisso por parte da Prefeitura e do governo do Amazonas que não intervém sobre a situação”, indignou-se o parlamentar na tribuna.

No município de Careiro as crianças estão sendo transportadas por uma ponte de madeira totalmente deteriorada, correndo o risco de cair, segundo Dermilson. “A prefeitura deve também receber até dezembro deste ano, R$ 26 milhões de Fundeb. Cadê o investimento? Estão cometendo um crime em não respeitar a lei que concede o direito à criança, respeito, dignidade, educação e segurança”, contestou Dermilson.

Para o parlamentar, não há como assistir a uma situação dessas sem tomar providências. “Portanto, irei denunciar ao Ministério Público Federal para que se investigue e fiscalize os possíveis desvios de Fundeb. Queremos um transporte escolar com qualidade e segurança para as nossas crianças do interior do Amazonas”, afirmou.

Veja algumas das fotos utilizadas pelo deputado na denúncia.

Por Cíntia Ferreira, do Portal Projeta

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui