Amazonas registrou o menor número de vítimas fatais no trânsito

69
Créditos: Divulgação/Detran-AM

O Amazonas registrou queda no número de vítimas fatais no trânsito. Em maio deste ano, o estado teve o menor número de mortes no trânsito para o mês dos últimos 11 anos. Com 14 mortes registradas, a redução é de 42%, na comparação com o mesmo período do ano passado, quando ocorreram 24 mortes.

Os dados refletem o resultado das operações de fiscalização e de educação para o trânsito da instituição. Entre janeiro e maio deste ano, o Detran-AM flagrou 909 pessoas dirigindo sob o efeito de álcool. O quantitativo representa um aumento de 138% em comparação ao mesmo período do ano passado, quando 382 condutores foram flagrados. Nos cinco primeiros meses de 2019, ocorreram quase 140 operações de trânsito, e foram realizados 9.620 testes de alcoolemia, o popular bafômetro.

Os dados foram divulgados na última quinta-feira (6/6), pelo diretor-presidente do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM), Rodrigo de Sá, durante sessão especial de encerramento do Movimento Maio Amarelo na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam). Os números são da Secretaria de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública (Seai/SSP-AM).

O titular do Detran-AM, Rodrigo de Sá, ressaltou que a redução no número de mortes é resultado da intensificação das fiscalizações e vai de encontro ao anseio das instituições que compõem o Sistema Nacional de Trânsito.

“É o menor índice em 11 anos, e isso não é pouca coisa. É sinal de que o trabalho vem sendo desenvolvido da forma correta, com o apoio da população, com o apoio das pessoas tornando-se mais conscientes. Nós vamos continuar trabalhando nesse sentido. Com o condutor entendendo que o carro vira uma arma quando você o conduz de maneira imprudente, quando você bebe e dirige, nós vamos conseguir reduzir esses índices ainda mais”, disse.

A redução faz parte estratégia do sistema de segurança, determinada pelo governador Wilson Lima, para a queda de mortes no trânsito e integra a mobilização nacional da Lei Seca, por meio da Gerência de Educação para o Trânsito e Núcleo Especializado de Operações de Trânsito (Neot) do Detran-AM, e do Batalhão de Trânsito da Polícia Militar (BPTran), Polícia Civil, além de ações integradas com o Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans).

Maio Amarelo

Ao longo do movimento Maio Amarelo, o Detran-AM promoveu 60 ações em Manaus e nos municípios de Parintins, Nhamundá, Barreirinha, Boa Vista do Ramos, Manacapuru e Itacoatiara, alçando cerca de 15 mil pessoas por meio de serviços, palestras e ações educativas.

Essas ações foram realizadas em escolas, instituições privadas e durante evento de lançamento do movimento no Centro de Convenções do Amazonas Vasco Vasques, ocorrido nos dias 9 e 10 de maio. A ação é um movimento internacional de conscientização para redução de acidentes de trânsito.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui