Você já parou para pensar no lixo que produz?

286
Mensalmente, você produz 22 kg de lixo. (Foto: Márcio Alves/Agência O Globo)

Yolanda Bento, do Portal Projeta – “Ah, eu vou jogar isso aqui fora”. Aposto que você já disse essa frase algumas vezes durante a sua vida. Mas, já parou para pensar que esse ‘fora’ não existe? Tudo que vai para o lixo da sua casa acaba no aterro sanitário, a solução que a humanidade encontrou para destinar à decomposição final os resíduos sólidos gerados por você.

E você tem noção da quantidade de lixo que produz?

Você acorda e vê que a pasta de dente acabou, então você joga fora a embalagem e pega uma nova. Faz um café forte para aguentar o dia pesado de trabalho e logo depois joga o filtro de café no lixo. Come uma banana e descarta a casca. No trabalho, (entenda que o cenário é hipotético e você pode criá-lo na sua cabeça como quiser) vai ao bebedouro várias vezes e em todas elas pega um copo plástico novo para tomar água. Voltando para casa você compra um salgadinho e joga fora a embalagem sem nem pensar muito sobre isso. Ah, você passa no supermercado para comprar mais pasta de dente e acaba com um monte de sacolas plásticas nas mãos.

Puxa, quanto lixo em apenas um dia, ein? Segundo a Secretaria de Limpeza Urbana de Manaus, a média diária de coleta per capita é de 740 g. Mensalmente, você produz 22 kg de lixo.

Agora multiplique isso por 7.7 bilhões de pessoas. Todas vivendo suas vidas e produzindo seus lixos. É inevitável, eu sei, gerar lixo. Mas, é fácil e simples descartá-los da maneira correta e fazer a sua parte contra a poluição ambiental.

O Projeta tá aqui pra te ajudar nisso.

932.927 toneladas de lixo 

Falando em um contexto regional, 4.081 milhões de pessoas moram no Amazonas. Dessas, um pouco mais de 2 milhões vivem em Manaus.

De janeiro a dezembro de 2018, a população manauara gerou 932.927 toneladas de resíduos sólidos. Uma média diária de 1.587,4 toneladas de lixo doméstico. Pelo menos 48 mil toneladas de resíduos foram coletados por mês, segundo dados da Secretaria de Limpeza Urbana (Semulsp). 

Apenas 0,05% desse lixo foi destinado para a reciclagem.

Fonte: Semulsp

Descarte que polui 

Além do fato de a produção de lixo ser excessiva e desnecessária, o descarte incorreto do mesmo polui rios, córregos e igarapés. Durante o mesmo período no ano passado, foi realizado a retirada de 9.622 toneladas de lixo em 346 km de igarapés, córregos e orlas de Manaus, gerando um custo de R$ 14.985.421,04, de acordo com a Semulsp.

(Agentes da Semuslp realizando a limpeza do Igarapé da Cachoeirinha. Foto: Assessoria)

A falta de conscientização sobre o descarte correto dos resíduos é um dos fatores que dificulta o serviço de limpeza na cidade.

Coleta Seletiva

Em 2018, a coleta seletiva organizada pelo Sistema de Limpeza Pública foi responsável pelo recolhimento de 11.386 toneladas de materiais recicláveis. Manaus conta com 13 rotas fixas de coleta seletiva porta a porta, atendendo uma população estimada em 397.844 habitantes.

Executado pela Prefeitura de Manaus, a coleta seletiva acontece desde 2005. É um serviço complementar à coleta domiciliar e precisa da colaboração do cidadão para que prospere.

Quer saber como você pode ajudar?

Separando materiais como papel, plástico, papelão, garrafas pet, caixinhas tetra-pack, latinhas, revistas e jornais. Veja aqui se o caminhão da coleta seletiva passa na frente da sua casa.

O material recolhido pela coleta seletiva vai diretamente para os catadores de recicláveis que possuem cadastro com a Semulsp.

Pontos de Entrega Voluntária (PEVs)

A coleta seletiva não passa na sua rua? Tudo bem. Existem outras formas de descartar seu lixo corretamente, como: os Pontos de Entrega Voluntária (PEVs), pontos de coleta no Centro e galpões de catadores espalhados pela cidade. 

Os PEVs são locais que recebem os resíduos separados e entregues pelo cidadão para que sejam reciclados.

PEV do bairro Dom Pedro I, ao lado da Praça de Alimentação. (Foto: Semulsp)

No Centro de Manaus, também há pontos semelhantes, muito usados pelas lojas e comerciantes dessa área, mas que também servem à população em geral.

Já nos galpões, os catadores recebem materiais diretamente da população. Veja aqui onde estão localizados.

Existem, atualmente, 4 PEVs e 4 pontos no Centro. Veja abaixo onde ficam:

Como separar o lixo

Ok, você já sabe a quantidade absurda de lixo que é produzida diariamente na cidade e onde você pode descartá-lo, agora, o principal: como fazer para separar os resíduos?

O que, para muitos, é lixo, para os catadores e empresas de reciclagem é matéria-prima para produção de novos itens. Por isso, é importante ter cuidado na hora de separá-los. Confira algumas dicas:

  1. Separe o resíduo seco (embalagens, papel, plástico, latinhas..);
  2. Não entregue o resíduo úmido (ou orgânico): restos de alimentos, papel molhado ou plantas. Você pode usá-los para fazer compostagem;
  3. Entregue apenas os resíduos secos que não estão sujos;
  4. Guarde os resíduos separados dentro de casa de maneira higiênica, até que passe o caminhão para recolher;
  5. O ideal é guardá-lo em recipientes fechados, que evitam o surgimento de moscas e a emissão de odores
  6. Existem materiais que não podem ser jogados no lixo e também não servem para a coleta seletiva, como: pilhas, baterias, aparelhos eletroeletrônicos, lâmpadas e materiais hospitalares;
  7. Lâmpadas fluorescentes podem ser recicláveis. Procure os pontos de entrega mais perto de você;

Lixo eletrônico e tecnológico

Mais de 40 milhões de toneladas de lixo eletrônico e tecnológico são descartados incorretamente em todo o mundo, conforme os dados da Organização das Nações Unidas (ONU). No brasil, anualmente são descartadas 97 mil toneladas de computadores, 2.2 mil toneladas de celulares e 17.2 mil toneladas de impressoras.

Pensando nisso, o vereador Jaildo dos Rodoviários (PCdoB) criou um Projeto de Lei (PL) que propõe coleta seletiva do lixo eletrônico e tecnológico em Manaus. Segundo o parlamentar, o PL tem como principal objetivo organizar, recolher, transportar e dar correta destinação a esse tipo de lixo.

São considerados lixo eletrônico e tecnológico: computadores, celulares, tablets, torradeiras, televisões, pilhas, baterias, impressoras, teclados, mouses e outros.

Hoje, o descarte correto desse tipo de lixo pode ser feito no espaço interativo Descarte Correto localizado no Shopping ViaNorte. O espaço funciona de segunda a sexta-feira, de 13h às 21h, e aos sábados, das 10h às 18h.

(Foto: Divulgação)

Gente que faz a diferença 

O grupo voluntário sem fins lucrativos ou políticos, Igarapés Limpos, nasceu em agosto de 2018 com o foco de conscientizar e ajudar a reverter a poluição dos rios e igarapés de Manaus. O objetivo era recolher o máximo de lixo possível antes da cheia dos rios.

Em nove ações, entre agosto e dezembro do ano passado, o grupo conseguiu reunir 329 voluntários que coletaram um pouco mais de 5 toneladas de lixo acumulados nas margens do Rio Negro.

(Foto: Divulgação Instagram)

A participação nas ações é livre para qualquer pessoa que se sentir apta. A próxima atividade vai acontecer na Virada Sustentável, no dia 26 de julho.

E aí, você está prontx para fazer a diferença no mundo? Lembre-se que a Terra não precisa de nós. Nós que precisamos dela.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui