PSL passa por problemas internos e adia nomeação de coronel para chefiar Suframa

0
81

O ministro da Casa Civil Onyx Lorenzoni disse através de uma nota que estão temporariamente “vedadas” todas as nomeações regionais. Segundo o Jornal Folha de S. Paulo a medida está sendo tomada para conter a “rebelião” dos aliados do governo.

“A medida para barrar as indicações do segundo escalão foi motivada por queixas que chegaram ao Palácio do Planalto, dando conta de que vários Estados, como Bahia, Pernambuco, Minas, Ceará e Pará, ou trocaram superintendentes do Incra ou fizeram ameaças de exoneração, sem qualquer motivo concreto”, afirmou o jornal paulista.
A indicação do coronel da reserva do Exército Alfredo Menezes (PSL) para a Suframa era vista como uma espinha atravessada na classe política do Estado, que pode criar problemas ao governo Bolsonaro no Congresso. A Suframa sempre foi liderada por indicações políticas e no começo do governo o critério político foi desconsiderado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui