Ex-prefeito de Canutama terá que devolver R$ 35 mil aos cofres públicos

0
131

A condenação do ex-prefeito de Canutama (distante 619 km em linha reta de Manaus) foi realizada pela Justiça Federal a pedido do Ministério Público Federal (MPF) no Amazonas.

Raimundo Rodrigues Amorim desviou recursos federais de convênio firmado com a Fundação Nacional de Saúde (Funasa), no valor de R$ 70 mil, para a construção de um sistema de abastecimento de água. Do valor total, a gestão do ex-prefeito é responsável por R$ 35 mil.

O ex-prefeito foi condenado a devolver o valor de R$ 35 mil, correspondente ao recurso disponível na sua gestão que não teve a aplicação correta comprovada. O valor deverá ser atualizado com juros e correção monetária. Além da restituição, a condenação de Raimundo Amorim inclui a perda da função pública e a suspensão dos direitos políticos pelo prazo de cinco anos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui